Veja como fazer, os riscos e os benefícios da Dieta Low Carb


dieta low carbVocê gostaria de perder peso sem fazer tanto esforço? Então saiba que a dieta low carb pode ser uma boa opção. Essa dieta consiste basicamente em diminuir o consumo de carboidratos, restringindo os amidos e os alimentos açucarados, a exemplo de massas e doces.

Além da perda de peso, a dieta low carb pode ajudar a reduzir os fatores de risco relacionados ao diabetes tipo 2 e à síndrome metabólica. Outra vantagem que a dieta low carb tem é que você não precisa “passar fome” para emagrecer, ao contrário, você pode encher o prato de proteínas, verduras e legumes.

Benefícios da dieta low carb

As dietas com baixo consumo de carboidratos não são novidades, sendo utilizadas na comunidade médica para uma variedade de fins por mais de um século. Com base em décadas de pesquisa, as dietas low carb têm sido associadas a benefícios, incluindo:

Rápida perda de peso

Um estudo de 2014 mostrou que a dieta low carb é mais eficaz para a perda de peso do que uma dieta focada apenas no baixo consumo de gorduras. Mas qual o motivo das dietas low carb serem tão eficazes na perda de peso?

Quando comemos alimentos com açúcares e carboidratos, o hormônio insulina é liberado pelo organismo a fim de elevar os níveis de glicose no sangue. A insulina também tem como função sinalizar as células a armazenarem o máximo de energia disponível que puderem.

Essa energia é inicialmente armazenada como glicogênio, a partir da glicose encontrada nos carboidratos. O glicogênio é nossa fonte primária de energia.

Ao eliminar os carboidratos da alimentação e mantendo assim os estoques de glicogênio em baixa, você evita que a insulina seja liberada e consequentemente evita o acúmulo extra de gordura. Menos insulina circulando em nossa corrente sanguínea significa que o organismo irá acabar com o estoque de glicogênio para então atacar a gordura.

Para esclarecer melhor, se a sua alimentação for rica em carboidratos você terá um estoque enorme de glicogênio, fazendo com que os exercícios que você pratica gastem apenas essa fonte primaria de energia, não sendo necessário chegar até a fonte secundária, a gordura.

Combate ao diabetes tipo 2

Diversos estudos já demonstraram que as dietas low carb ajudam a combater o diabetes tipo 2. O principal problema do diabetes são os altos níveis de açúcar no sangue. Esse mesmo açúcar está presente na corrente sanguínea devido também ao consumo de carboidratos.

Se você consumir menos carboidratos, logicamente seu organismo terá mais facilidade em controlar a elevação de açúcar no sangue.

Diminui a pressão arterial

A pressão arterial em níveis elevados é um fator de risco conhecido para problemas mais graves como os cardíacos e os vasculares cerebrais (AVC).

A redução da pressão arterial é portanto algo considerado importante para a saúde de uma maneira geral. Estudos revelaram que a dieta low carb reduz significantemente a pressão arterial em pessoas com excesso de peso ou obesas.

Reduz o apetite (de maneira positiva)

A fome é um dos principais “efeitos colaterais” quando falamos sobre dietas. Muitas pessoas que estão tentando emagrecer se sentem tão deprimidas por não poderem comer o que desejam que acabam desistindo da própria dieta.

Um ponto positivo para a dieta low carb é que ela leva a uma redução automática do apetite. De acordo com um artigo publicado pelo jornal American Family Physician, as pessoas tem menos desejo de comida quando estão em uma dieta low carb.

Riscos da dieta low carb

Cada pessoa reage de uma maneira a um determinado plano alimentar. Necessariamente a dieta low carb não irá funcionar para todas as pessoas.

Fatores como idade, peso, nível de atividade física e questões genéticas podem afetar o resultado de uma dieta low carb. Se de repente você diminuir drasticamente os carboidratos da sua alimentação, uma série de efeitos temporários podem surgir, entre os quais incluem:

  • Dores de cabeça;
  • Mal hálito;
  • Fraqueza;
  • Fadiga muscular;
  • Prisão de ventre;

O que posso comer?

Você deve basear sua dieta nesses alimentos:

  • Carnes;
  • Peixes;
  • Ovos;
  • Vegetais;
  • Frutas;
  • Nozes e sementes;
  • Lacticínios.

Se você é saudável e não precisa perder peso, você pode se dar ao luxo de incluir em suas refeições (em quantidades mínimas) o arroz, o feijão e as batatas (não fritas).

O que devo evitar?

  • Refrigerantes, sucos, bolos e doces;
  • Massas (pão, pizza, macarrão, etc);
  • Comidas processadas/industrializadas;
  • Cereais e bolachas;
  • Alimentos com gorduras trans.

Enfim, se você já se cansou de passar fome e ficar horas na academia sem apresentar um resultado satisfatório, converse com um nutricionista sobre a dieta low carb. Sem sombra de dúvidas você terá uma redução de peso significativa se seguir as regras e praticar ao mínimo 30 minutos de exercício por dia.

Esse artigo foi útil para você? Curta, comente ou compartilhe.

Leia também…
Conheça e emagreça com a dieta paleolítica
Veja alternativas para substituir o jantar e manter uma dieta saudável
Conheça as características, as reações e os benefícios do Jejum Intermitente
Dieta Low-Carb e Paleolítica


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário