Conheça alguns dos nutrientes responsáveis por inibirem os sintomas da asma


Sintomas da asmaQuem é portador de asma sabe o quão sensível o organismo se torna diante de determinadas situações. Assim, as crises de asma são constantes quando o tempo esfria e surgem correntes de vento muito frias. O resultado, invariavelmente, é uma sequência incontrolável de tosse e uma forte falta de ar, o que provoca uma grave dificuldade para respirar.
O consumo de alguns alimentos ricos em nutrientes específicos podem minimizar as consequências em decorrência da asma porque promovem uma melhora do nosso sistema respiratório. A seguir, conheça quais são esses nutrientes, em quais alimentos eles estão presentes e, assim, aprenda a controlar os sintomas da asma e a ampliar a resistência do seu sistema imunológico.

Inibidores dos Sintomas da asma

A vitamina D
A ausência de vitamina D pode ocasionar diversos problemas ao organismo. No que concerne aos sintomas da asma, as complicações são oriundas do consequente ganho de massa muscular em local bem preocupante: nos brônquios. Os especialistas alertam para esse fato porque devido a esse “inchaço” dos brônquios, a respiração se torna muito prejudicada.
As pessoas que sofrem de asma também costumam tomar grandes doses de corticoide, elemento constantemente usado no tratamento da doença e que provoca altos índices de redução da vitamina D. Embora esta vitamina possa ser encontrada nos ovos, na manteiga, no fígado e em espécies específicas de peixes como o arenque, o salmão e a cavala, os alergistas enfatizam que os asmáticos precisam passar por exame minucioso a fim de comprovar a deficiência da vitamina em questão. Porém, os mesmos profissionais alertam que as doses dos suplementos de vitamina D devem ser ministradas de forma moderada a ser definida pelo médico responsável por cada paciente.

O magnésio
Considerado um dos nutrientes mais deficitários na maioria das pessoas, o magnésio presta sua contribuição aos asmáticos proporcionando o relaxamento dos músculos quando, e se os portadores da doença virem a ter uma crise.
De acordo com os médicos, o nutriente melhora as condições do sistema respiratório como um todo, além de promoverem um imenso aperfeiçoamento das funções pulmonares.
Para ingerir magnésio, fique atento à ingestão de frutos do mar, folhas verde escuras, leguminosas, vegetais, oleaginosas e cereais integrais.
Cabe frisar que o magnésio também pode ser introduzido no organismo por via intravenosa ou através de inalação. Contudo, são procedimentos que também devem ficar a critério do médico responsável pelo paciente.

A vitamina A
A vitamina A é importante porque reconstrói e gerencia o crescimento de diversos tecidos e células ligadas ao trato respiratório. Some-se a isso o revigoramento prestado às funções desempenhadas pelo sistema imunológico. Além disso, a vitamina A melhora significativamente o estado dos pulmões, que conseguem ampliar a síntese de muco, o que facilita a extirpação de partículas nocivas ao órgão e os tornam bem mais resistentes à possíveis infecções.
Para obter todos esses benefícios basta consumir regularmente porções de manteiga, fígado, verduras, ovo, cenoura, dentre outros.

O selênio
Classificado como um dos elementos antioxidantes mais poderosos, o selênio contribui para o extermínio dos radicais livres, que surgem em decorrência, justamente, das inflamações provenientes das crises de asma. Esse importante nutriente está presente em alimentos como os cereais integrais e as oleaginosas.

A vitamina C
Após uma intensa pesquisa, cientistas finlandeses confirmaram que a vitamina C aprimora as condições respiratórias das crianças portadoras da asma. Esse resultado se mostrou mais nítido em crianças de 7 a 8 anos. A explicação dos nutricionistas é que a vitamina C é responsável por ter um papel anti-inflamatório e controlador da produção de histamina, continuamente associada às crises de asma.
Todavia, o recomendável é que as pessoas que sofrem com os sintomas da asma evitem a ingestão da vitamina C por meio de suplementos, priorizando a sua absorção através de fontes como o limão, a laranja, o kiwi e, principalmente, a acerola.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.