Porque devemos diminuir consumo de refrigerantes?

Consumo de refrigerantes: Porque diminuir?Muito se fala sobre os malefícios que o refrigerante proporciona ao organismo, mas, afinal, por que essa bebida é tão mal vista pelos nutricionistas? Os motivos são vários, e poderia discorrer-se sobre eles por horas. Porém, mantendo apenas sobre as características principais da bebida, os especialistas alertam que se trata de um líquido “vazio”, no que diz respeito a qualquer tipo de contribuição nutricional. Em outras palavras, nem fazendo o maior esforço do mundo é possível encontrar algum benefício que seja propiciado pelos refrigerantes — exceto o prazer que uma bebida gaseificada provoca nas pessoas.
Na sequência, serão apresentadas 4 razões para diminuir ou excluir definitivamente o consumo de refrigerantes. Assim, você terá mais ciência sobre os reais motivos que colocam essa bebida em qualquer lista dos elementos mais nocivos ao corpo humano, percebendo que os malefícios vão muito além de um singelo e popular “faz mal”.

4 razões para diminuir o consumo de refrigerantes

Colabora para o aumento de peso

Quem está empenhado em uma batalha particular contra o aumento de peso, dedicando-se ao máximo para emagrecer, deve passar longe dos refrigerantes. A grande “epidemia” de obesidade que assola o país, por exemplo, deve a sua fama, em grande parte, ao exagerado consumo de refrigerantes. Os nutricionistas advertem que a quantidade de calorias contida pela bebida inviabiliza qualquer possibilidade de controle sobre o peso.
E por se tratar de uma bebida extremamente adocicada, a ingestão desenfreada de refrigerantes ocasiona excesso de açúcar na corrente sanguínea. Tem-se então um círculo vicioso: o açúcar em demasia provoca um aumento da liberação de insulina, que por sua vez causa uma estranha sensação de vazio no estômago, estimulando o indivíduo a consumir alimentos ricos em açúcar.

Contribui para o desenvolvimento do diabetes

Pelas mesmas razões expostas no item anterior, os refrigerantes acabam contribuindo para o surgimento e evolução do diabetes. Para ilustrar, basta citar uma pesquisa conduzida pela universidade inglesa Imperial College London. Nela, os cientistas descobriram que o consumo diário de cerca de uma lata de refrigerante, eleva as chances de o indivíduo ser acometido pelo diabetes tipo II em até 22%. O estudo é amplo e contou com a participação de 350 mil voluntários.
O açúcar é o principal vilão e catalisador do diabetes. Diminuir ou cessar o consumo de refrigerantes é o primeiro passo para reduzir a concentração dessa substância no organismo.

Estimula a produção do cálculo renal

A revista científica Clinical Journal of the American Society of Nephrology divulgou um dado alarmante: a ingestão descontrolada de refrigerantes eleva para 28%, em média, as chances de o organismo vir a produzir o cálculo renal. Para eliminar qualquer possibilidade de equívocos, o estudo levou mais de oito anos para ser concluído, período no qual avaliou, aproximadamente, 193 mil pessoas.
Os cientistas explicam que os refrigerantes são altamente concentrados em fostatos, uma substância que prejudica a absorção de cálcio, fazendo com que esse nutriente seja excretado em grandes quantidades através da urina. Esse quadro acaba favorecendo a formação das dolorosas pedras nos rins.

Provoca inchaço e retém líquidos

Um dos grandes desafios de quem pretende perder peso é eliminar o líquido acumulado no organismo, e evitar que esse processo continue acontecendo. Ocorre que o refrigerante é rico em sódio, principal substância causadora da referida retenção de líquidos, que por sua vez provoca aquela sensação desconfortável de inchaço.
O sódio exerce esse efeito porque o organismo sempre tende a balancear as concentrações de água e sódio. Em outras palavras, quanto mais sódio, mais água será necessária para chegar ao equilíbrio interno. Para completar, vale lembrar, e frisar, que as versões denominadas light e zero são os que detêm maior quantidade desse mineral – ou seja, se não possuem açúcar ou apresentam quantidades muito reduzidas, compensam em sódio. Diminua o consumo de refrigerantes e tenha uma vida mais saudável!

(Leia aqui: Retenção de líquidos e emagrecimento)

Deixe seu comentário

  1. Pingback: Dieta das 1000 calorias - algumas dicas - Saúde em Alta

  2. Pingback: Perder peso de forma natural - Nossas dicas - Saúde em Alta

  3. Pingback: Ingerir líquidos durante as refeições

  4. Pingback: Câncer: Diminua as chances de desenvolver

  5. Pingback: Açúcar - Veja como diminuir o consumo