Veja como diminuir as chances de desenvolver câncer


Câncer: Diminua as chances de desenvolverÉ fato que o ritmo alucinante proporcionado pela vida moderna e urbana alterou drasticamente a maneira como as pessoas se alimentam. Nesse contexto, a escassez de tempo contribui e muito para que as pessoas adquiram hábitos alimentares pouco voltados à manutenção da saúde do organismo.
E assim, os indivíduos acabam priorizando a praticidade, sem levar muito em consideração a qualidade do que é consumido. O grande problema dessa rotina é que a imensa maioria dos alimentos industrializados possui caráter mutagênico. Isso significa que eles contêm elementos capazes de transformar o material genético natural contido nas células, fazendo com que eles funcionem de um modo totalmente desordenado. Em uma dessas mutações, cria-se o ambiente propício ao desenvolvimento dos mais variados e perigosos tipos de câncer.

Existem alguns alimentos que ampliam ainda mais o risco de mutações genéticas. A seguir, confira uma breve lista com 6 deles e saiba como diminuir as chances de desenvolver câncer.

Os alimentos e o câncer

Os refrigerantes

Sempre figurando em listas de alimentos prejudiciais à saúde, o refrigerante aparece também nesta. Mais uma vez, ele é citado devido ao excesso de sódio e açúcar, que costuma surgir sob a forma de certos adoçantes. Apenas para ficar em uma das substâncias perigosas que podem manifestar o tumor maligno, basta mencionar o ciclamato de sódio. Curiosamente, essa substância, que está proibida em outros países, é liberada no Brasil, mesmo estando plenamente vinculada ao aparecimento do câncer do trato urinário.
Veja: Porque devemos diminuir consumo de refrigerantes?

Carne de churrasco

Preferida de muitos brasileiros, quando bem preparada, é difícil encontrar pessoas que não apreciem o aroma de uma autêntica carne de churrasco. O problema aqui, segundo os especialistas, é com relação ao churrasco tradicional, ou seja, preparado em churrasqueiras que operam à base de carvão. Na fumaça gerada após a queima do carvão são liberadas duas substâncias altamente nocivas ao organismo: o hidrocarboneto policíclico aromático e o alcatrão. Obviamente, a fumaça atinge as carnes que estão sendo preparadas, e esses elementos são facilmente incorporados a elas. Ambos, com o tempo, podem contribuir para a geração de tumores.

Carnes fritas ou grelhadas

Quando grelhadas, as carnes sempre transmitem uma sensação de alimento saudável. Mas, aos olhos dos nutricionistas não é bem assim. Seja frita ou grelhada, quando as carnes são expostas a temperaturas acima do normal, cerca de 300º C, ocorrem reações químicas que culminam na formação de substâncias com fatores mutagênicos chamadas aminas heterocíclicas, que também ajudam no desenvolvimento do câncer.
Segundo os especialistas, uma solução é priorizar os preparos de carnes cozidas.

Alimentos ricos em agrotóxicos

O uso indiscriminado de agrotóxicos em um grande número de lavouras gera um grave risco para todos os consumidores desses alimentos. De acordo com os nutricionistas, não há um modo infalível para limpar frutas, legumes, e verduras. Isso se deve ao fato de que, atualmente, a modernização dos processos faz com que muitos produtores injetem os agrotóxicos diretamente nas sementes. Isso faz com que as substâncias inerentes a esses defensivos agrícolas sejam incorporados a todas as partes do alimento em questão.
Entretanto, os estudos para comprovar a ligação entre os agrotóxicos e algumas variedades de câncer ainda estão em andamento. Mas, trata-se de análise de precisão, uma vez existem fortes indícios para se estabelecer tal vínculo.

Cardápio com baixa concentração de fibras

Ingerir alimentos ricos em fibras, além de proporcionar uma incrível sensação de bem estar, por sua decorrente do pleno funcionamento do intestino, colabora para o descarte dos ácidos biliares secundários. Esse processo preserva a “normalidade” das células presentes no órgão, impedindo que elas comecem a se proliferar desordenadamente, fato que também pode levar ao desenvolvimento de tumores.
Veja a importância das fibras para o emagrecimento

As carnes processadas

Por fim, mas não menos importante, está o consumo desproporcional das carnes processadas. Dentre as mais famosas e ingeridas estão o peito de peru, o bacon, a linguiça, e a salsicha. Além de todos esses alimentos apresentarem concentrações elevadas de gordura saturada, eles são ricos em duas substâncias extremamente nocivas: os nitritos, e os nitratos. Quando elas chegam ao estômago, ocorrem reações químicas que as transformam em nitrosaminas, elementos altamente mutagênicos que podem levar ao desenvolvimento de diversos tipos de câncer.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário