Saiba como desenvolver uma rotina e ter uma alimentação saudável

Uma alimentação saudável é uma espécie de reaprendizado. Ao invés de se seguir dietas mirabolantes, muitas vezes o mais recomendável é, simplesmente, começar a desenvolver novos hábitos alimentares, partindo do princípio mesmo. Dessa forma, é possível se alimentar comendo o que gosta, pois com o tempo, aprende-se a compor um verdadeiro prato equilibrado.

Conheça algumas orientações para proporcionar ao organismo o melhor que está disponível para uma alimentação salutar e saiba como desenvolver uma rotina e ter uma alimentação saudável.

Hábitos alimentares e alimentação saudável

Alimentação saudável para melhorar a saúdeAplicação de metas

Inicialmente, o ideal é que se trate todo o procedimento como um projeto. Isso significa que ele terá um começo, meio e fim. Depois, ao final, será possível dar continuidade a partir de novos resultados até que se alcance um nível bem próximo do desejado. Para fazer tudo isso, é imprescindível a adoção de metas. Sem elas, fica praticamente impossível angariar qualquer tipo de resultado positivo.
O estabelecimento de metas também ajuda o interessado a se comprometer consigo mesmo em busca do objeto principal. No entanto, é importante que essas metas, no começo da jornada, sejam de curto alcance e, posteriormente, sejam ampliadas conforme os passos sejam concluídos. É necessário atenção para que não haja comodismo, já que uma vez atingidas e mantidas as primeiras etapas do percurso, novos horizontes precisam ser almejados.

Número de refeições diárias

A quantidade de refeições que se faz durante o dia é um importante aliado para a sustentação do hábito alimentar saudável. Por isso, é fundamental que se siga à risca as 5 ou 6 refeições diárias. A alimentação deve ser regrada e executada em intervalos regulares de 3 horas. Não respeitar esse limite faz com que o organismo sinta falta dos principais nutrientes e, com fome, provoque uma alimentação exagerada em momentos inadequados.
Como se sabe, o café da manhã é a refeição mais importante do dia e deve ser priorizado. Porém, almoço e jantar precisam suprir toda a cadeia de nutrientes restantes. Entre as 3 principais refeições, os nutricionistas orientam beber água de coco, ingerir uma barra de cereal e comer muitas frutas – se atentando para a velocidade com a qual o açúcar é liberado no organismo.

Alternativas menos agressivas

Em uma alimentação saudável, além do consumo elevado de fibras por meio de massas e pães integrais, que, juntamente com as vitaminas possuem a função de exercer um gerenciamento das taxas de glicemia e colesterol, os especialistas recomendam certas substituições. Assim, queijos com altos índices de calorias como o provolone, a mussarela e o gorgonzola devem dar lugar a queijos com configuração calórica mais amena, como a ricota, por exemplo.
Por outro lado, os alimentos que contêm peito de peru podem ser consumidos porque apresentam baixos teores calóricos. A única ressalva que se faz necessária é devido à concentração de sódio, que costuma ser bem acima da quantidade necessária para o corpo.

Atividades físicas

Todos sabem que não adianta manter bons hábitos e continuar com uma vida sedentária. Em virtude disso, falar sobre a importância dos exercícios físicos regulares chega a ser redundante. Mas, sempre é bom lembrar. Desse modo, essa rotina se transforma em um mantra na cabeça de quem pretende transformar o seu organismo, deixando este complexo sistema funcionando em toda a sua plenitude.

Nada de martírio

Por fim, é bom frisar que uma autêntica alimentação saudável não precisa, nem deve ser sinônimo de sofrimento. Pensando dessa forma, é errôneo abandonar atividades que concedem prazer, tais como frequentar bares. Na verdade, do mesmo modo que na ingestão de alimentos sólidos, as bebidas alcoólicas precisam ser equilibradas.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE