Emergência dental, conheça quando recorrer ao dentista

Nas nossas vidas é comum que passemos por situações de emergência, tanto com relação aos nossos familiares, questões econômicas, como de saúde. Neste último ponto, temos de lidar com uma em especial, que é a emergência dental.

Uma emergência dental pode ser caracterizada por qualquer tipo de movimentação que ocorre na boca e principalmente nos dentes e que precisa de atendimento do cirurgião-dentista do plano odontologico, de maneira rápida e eficiente, de modo a eliminar as dores e possíveis complicações.

Entretanto, muitas dúvidas ainda cercam o que é uma emergência odontológica e o que se pode fazer em determinadas situações em que isso ocorre.

Por esse motivo, no presente artigo abordaremos sobre o que é a emergência e algumas atitudes que podem ser tomadas ao ocorrer tal situação.

O que é uma emergência dental?

Uma emergência dental é um quadro crítico, em que existe uma dor intensa, motivada por problemas que ocorrem na região bucal, bem como pode atingir a bochecha e a língua.

Nesse tipo de situação é de grande importância recorrer o mais rápido possível a um especialista, no caso o dentista de um convenio odontologico ou clínica de confiança para que o quadro não se agrave e para que o desconforto passe o mais rápido possível.

Em alguns tipos de emergência não é preciso recorrer de forma imediata ao dentista, sendo possível agendar um atendimento mais calmo para averiguar com mais profundidade a causa do problema, mas com controle adequado – como por meio de medicamentos indicados pelo profissional até a realização da consulta.

Algumas das emergências em que é preciso de atendimento imediato ao cirurgião-dentista são:

  • Ferimento nas bochechas ou na língua;
  • Deslocamento da coroa do dente;
  • Dores e sangramentos na gengiva;
  • Objeto preso entre os dentes;
  • Trauma na região da boca.

Sabendo o que é uma emergência dental, podemos abordar o que fazer nessas situações até chegar no dentista do plano odontologico para MEI e a importância de contar com esse serviço para o controle da situação.

O que fazer em situações de emergência odontológica?

O primeiro passo para lidar com situações de emergência dental é avaliar a real condição da cavidade, não recorrendo a medicamentos sem prescrição do profissional, nem recorrer a recomendações de amigos e familiares.

Medicamentos só podem ser receitados pelos cirurgiões-dentistas, porém, há algumas atitudes que podem amenizar a dor até a chegada ao consultório e controle, por exemplo, de situações em que houver sangramento.

Quando há dor você pode enxaguar a boca como água morna filtrada, para que então o inchaço comece a diminuir e, consequentemente, a dor.

Caso um objeto fique entre os dentes, é possível a retirada com fio dental, conforme o objeto e espaço atingido, com bastante paciência e delicadeza, para que a gengiva não saia prejudicada.

Mas, em caso de dúvida ou qualquer problema mais profundo, o ideal é que também se aguarde a consulta.

Caso um dente caia ou quebre, lave a boca com água, mas não esfregue a raiz. Já dores e inchaço no rosto podem ser amenizados com um tipo de compressa fria, até a chegada ao dentista do seu plano odonto empresarial.

Principais emergências e como tratá-las?

Neste tópico abordaremos sobre as principais emergências que podem acometer as pessoas e o que pode ser feito antes de chegar ao dentista para uma averiguação mais completa.

É importante salientar neste ponto que não é aconselhável o uso de medicamentos sem prescrição médica, como já mencionado, pois estes podem causar desgaste nos dentes e até mesmo causar manchas no esmalte do dente e pode até potencializar a perda dos dentes ou agravar a situação.

1.   Dor de dente

As dores de dente são uma das emergências mais comuns, e costumam ser uma dor insuportável, fazendo com que as pessoas não consigam viver de forma confortável e até mesmo tirar o sono das pessoas.

Antes de chegar ao dentista de seu plano odontologico empresarial é recomendado realizar bochechos com água morna e, caso a dor cause inchaço, é recomendado o uso de compressas frias do lado externo da bochecha.

2.   Queda de dentes

Caso o dente de leite caia fora do tempo esperado, ou mesmo ocorra a queda de algum permanente, é necessário que se leve a pessoa imediatamente ao dentista para averiguar as condições que gerou tais situações.

Já dentes permanentes que caíram podem ser reinseridos na gengiva. Por isso, guarde o dente com cuidado, procure um dentista, para que esse consiga limpar o local e realizar a inserção.

Esse processo deve ser feito em até 30 minutos, caso contrário, a reinserção não é possível e outros tratamentos podem ser necessários.

3.   Dentes quebrados

Em caso de trauma nos dentes que gere uma fratura, é normal que fiquem fragmentos na região.

Assim, antes de ir ao dentista do plano dental coletivo empresarial, é preciso limpar a região de forma bastante cuidadosa com água morna e depois procurar o dentista para realizar a restauração.

Assim, vimos o que é uma emergência dental e o que fazer em alguns casos antes da chegada aos consultórios, devendo-se manter a calma para que os tratamentos necessários sejam feitos com qualidade e segurança.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *