Pus na Garganta como tirar? saiba as principais causas

Se você já teve uma inflamação na garganta, provavelmente deve ter pesquisado sobre pus na garganta como tirar, que realmente é um processo muito doloroso.

Nesse caso, recomenda-se procurar um médico para fazer o diagnóstico correto e indicar o tratamento adequado, que na maioria das vezes, é à base de antibióticos.

Para tirar as suas dúvidas, vamos explicar as principais causas de pus na garganta e o que fazer para tirar.

Pus na garganta quais as causas?

Quais são as causas de uma inflamação da garganta?

A dor de garganta geralmente deve-se a uma infecção. Que chamamos de faringite.

Se a infecção se espalha para as amígdalas, se trata de uma amigdalite.

O pus surge como uma reação do corpo a infecções por vírus ou bactérias, o que provoca a inflamação da faringe ou amígdalas.

Muitas vezes, o pus na garganta vem acompanhado de febre, sendo necessário uma intervenção imediata, a fim de evitar outras complicações.

Leia também: Causas de dor na omoplata direita e suas opções de tratamento

Pus na garganta como tirar?

Quando a pergunta é sobre pus na garganta como tirar, a melhor saída é consultar um médico, já que geralmente o tratamento é medicamentoso, seja com anti-inflamatórios ou antibióticos.

Apenas o médico é capaz de avaliar o quadro, pois em caso de abscesso, talvez seja necessário drenar o pus.

É super importante seguir as orientações do seu médico, que por mais que os sintomas desapareçam em alguns dias, o tratamento deve respeitar o período recomendado.

Por exemplo, no caso de antibióticos, devem ser tomados sempre no mesmo horário e até o final do período prescrito pelo médico.

Remédios caseiros

Por outro lado, existem remédios caseiros que aliviam a dor de garganta, assim como é uma alternativa para pus na garganta como tirar, como por exemplo:

Fazer gargarejos com limão, água e mel;

Chá de gengibre e mel;

Chá de eucalipto e gengibre.

Além disso, nunca tente tirar o pus com dedo ou cotonete, caso contrário, pode piorar a infecção.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *