Como escolher o plano de saúde certo para você

Saber como escolher o plano de saúde certo para você é fundamental para que evite possíveis problemas no futuro, mas como fazer isso?

Muitas vezes, as pessoas têm seguro de saúde por meio de um plano de saúde empresarial, em grupo, oferecido pelo seu empregador ou pelo empregador do seu cônjuge. 

Outros escolhem e contratam o plano individual, diretamente de uma seguradora. Neste caso, é extremamente importante ter muita atenção no momento de escolher o plano e também de fazer a sua contratação. 

Não importa se você é casado, solteiro, tem filhos, é jovem ou velho, ter um plano de saúde é importante para que possa se sentir seguro no caso de uma doença grave ou acidente. 

Quer você escolha um plano de grupo ou individual, há escolhas importantes a serem feitas que afetarão não apenas a qualidade de sua cobertura de assistência médica, mas também o seu bolso. 

A revisão de algumas dessas opções pode ajudá-lo a tomar uma decisão informada que se adapte às suas necessidades específicas e ao seu orçamento.

Continue a leitura e confira algumas dicas que separamos e que irão te ajudar a escolher o plano de saúde certo para você! 

Dicas para escolher um plano de saúde

Aqui estão algumas dicas muito importantes e que poderão te ajudar a tomar a melhor decisão possível na hora de escolher o plano de saúde para você ou para sua família.

1. Verifique as redes de médicos

A seguradora trabalha com seu médico de confiança ou algum especialista que você consulta? 

É importante verificar isso. Se o seu médico ou especialista ficarem fora da rede da seguradora e mesmo assim você quiser continuar a se consultar com eles, terá que pagar a consulta para participar. 

Porém, vale dizer que existe a possibilidade de reembolso de consulta, que vai variar de acordo com o plano de saúde. 

2. Consulta de hospitais

Assim como os médicos, as seguradoras possuem alguns hospitais incluídos em suas redes. 

Portanto, é muito importante também saber se o seu hospital de confiança ou o mais próximo a você está incluído ou não na rede da seguradora. 

As tarifas fora da rede em um hospital podem ser altas. Mas lembre-se de que nem todos os médicos do hospital podem fazer parte da rede, portanto, você ainda pode ser responsável por pagamentos mais elevados por alguns serviços.

Reserve um tempo para descobrir se os serviços que você provavelmente usará no hospital serão cobertos pela sua seguradora.

Quanto mais informações você tiver sobre hospitais próximos da sua localização, melhor será a sua escolha de plano de saúde. 

3. Confirme a cobertura de Telemedicina

O crescimento da comunicação entre as pessoas via smartphones e computadores atingiu a relação médico-paciente. 

E, desde o ano passado, devido a pandemia de Coronavírus, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) emitiu uma Nota Técnica informando que os atendimentos feitos por meio de telemedicina devem ter cobertura obrigatórios pelos planos de saúde. 

Porém, por mais que essa seja uma obrigação das seguradoras, é muito importante que você também confira essa cobertura no momento de contratar o seu plano. 

As visitas virtuais são realizadas por profissionais médicos licenciados e podem diagnosticar doenças comuns, como faringite estreptocócica, resfriados e até mesmo gripe. 

Essa é uma solução que surgiu devido aos casos de Covid-19 em todo o mundo, já que as pessoas devem manter o isolamento social. 

4. Valores e pagamento do plano de saúde

Por último, mas não menos importante, você deve ter muita atenção aos valores cobrados e como deverá fazer o pagamento do plano de saúde. 

Existem diversas opções de planos disponíveis no mercado, cada uma atendendo a diferentes necessidades. 

Porém, muitas vezes, você poderá encontrar planos de seguradoras com coberturas iguais ou muito parecidas, mas com preços totalmente diferentes. 

Portanto, tenha muita atenção aos valores para ter a certeza de que está contratando um plano com preço justo. 

Claro, é importante dizer que alguns preços de planos de saúde podem variar devido ao renome de uma seguradora no mercado. Mas isso é algo que deve-se colocar na balança para escolher a melhor opção para você. 

5. Compare os benefícios

Agora, você provavelmente terá suas opções reduzidas a apenas algumas. Para peneirar ainda mais, liste todos os benefícios das opções. 

Alguns planos de saúde podem ter melhor cobertura para coisas como fisioterapia, tratamentos de fertilidade ou cuidados de saúde mental, enquanto outros podem ter melhor cobertura de emergência.

Se você pular essa etapa rápida, mas importante, poderá perder um plano muito mais adequado para você e sua família.

Assim que você tiver algumas opções, é hora de responder a quaisquer questões remanescentes. Em alguns casos, basta falar com uma pessoa, então pode ser hora de ligar para as linhas de atendimento ao cliente dos planos. 

Escreva suas perguntas com antecedência e tenha uma caneta ou computador à mão para registrar as respostas.

Aqui estão alguns exemplos do que você pode perguntar:

  • Quais serviços de maternidade são cobertos?
  • O que acontece se eu ficar doente durante uma viagem ao exterior?
  • Como começo a me inscrever e de quais documentos preciso?

Uma dica final: não se esqueça de descontinuar seu plano antigo, se você tiver um, antes que o novo comece.

Conclusão

Saber como escolher o plano de saúde certo para você é algo extremamente importante, afinal, estamos falando da sua saúde. 

Agora que você conferiu as nossas dicas, esperamos que esteja mais claro como você pode escolher uma opção que seja ideal para as suas necessidades. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *