Aparelho ortodôntico: saiba os principais tipos

São vários os tratamentos odontológicos existentes no mercado, que variam, desde tamanho a cores de aparelho, que vão depender da necessidade, mas sem deixar de lado o gosto de cada paciente. 

Cada vez mais a procura por tratamento odontológico cresce no Brasil. Antes, a maioria das pessoas não se importavam muito com a saúde bucal, o que gerou durante anos vários problemas, desde doenças infecciosas que podem evoluir para questões mais sérias, a cultura de que cuidar da boca como um todo, não tenha tanta importância.  

São décadas de pesquisas, para o aperfeiçoamento de vários tratamentos dentários, dentre eles a utilização dos aparelhos ortodonticos, que além de garantir a correção dos dentes, ainda possibilita um ajuste pessoal do paciente, com a opção de mudar as “borrachinhas” mês a mês. 

Tipos de aparelho

São várias as opções e formatos de aparelho, que irão se adaptar à necessidade de cada tratamento. Mas comumente a procura de um especialista se faz extremamente necessária para a avaliação do grau de necessidade de cada caso. 

Aparelhos fixos metálicos 

Os aparelhos fixos metálicos, que são os mais utilizados hoje em dia. São caracterizados por utilizar fios , bandas e branquetes (pecinhas colocadas diretamente nos dentes). 

Além disso, o modelo possui borrachas que podem ser transparentes ou coloridas. Essas borrachas são famosas, durante anos existe a divisão entre os pacientes que adoram escolher as cores e modelos a cada seção, e existe as pessoas que se sentem incomodadas com o seu uso, porém, elas são de extrema importância no tratamento dental. 

Sua higienização depende de bastante cuidado e atenção, pois durante a utilização os pacientes podem sentir incômodos na gengiva, mas proporciona resultados muito satisfatórios, sendo indicado na maioria das correções de desalinhamento dentário. Seu custo é bem acessível comparado com outras formas de tratamento de correção dos dentes.  

Aparelho autoligado 

Modelo também confeccionado em metal, esse tipo de aparelho não necessita da utilização de borrachinhas coloridas, isso porque o fio é preso diretamente na branquete, o que auxilia muito para a aceitação bucal do usuário, já que o aparelho comum pode cortar no início do tratamento. 

O tempo de uso no tratamento feito com esse modelo de aparelho é mais rápido, se tornando mais efetivo que as outras versões. 

Aparelho fixo estético 

Este tipo de aparelho, também chamado de policarbonato, é feito a partir de uma resina de plástico, seus modelos costumam ser um pouco maiores que os fixos metálicos, porém são menos resistentes. As peças são constituídas em sua maioria pela cor branca, elas precisam de borrachinhas, porém são de modo mais discreto, sendo perfeito para quem não gosta de chamar muita atenção. 

Modelo porcelana 

Os aparelhos de modelo porcelana possuem uma cor esbranquiçada, e tem a vantagem de não mudar de cor com o tempo, o que facilita a questão visual. São bem resistentes, porém seu custo costuma ser mais alto que em outros tratamentos. 

Comumente esse modelo é utilizado por muitas pessoas famosas, pela praticidade e facilidade em se acostumar com a sua utilização, já que se iguala aos dentes. 

Expansor latino 

Esse aparelho é pouco conhecido pela maioria das pessoas, isso porque ele é específico para as questões de correção de mordida. Em sua maioria, quem utiliza dessa ferramenta de correção são as crianças, mas também pode ser usado pelos adultos, porém pode ser necessário alguma intervenção cirúrgica.   

A utilização deste aparelho envolve questões como o bruxismo, caracterizado pelo ranger dos dentes durante a noite, em consequência de uma possível mordida cruzada. 

Aparelho móvel 

O tratamento ortodôntico é percorrido por várias fases, que são de extrema necessidade para a correção e mais necessidades do paciente. 

Após a limpeza e correção, que se configura em sua maioria no alinhamento da dentição, a segunda fase se configura na utilização do aparelho móvel. A ferramenta é para a melhora dos resultados alcançados na primeira fase. Mas também vai depender da avaliação do profissional de odontologia. 

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o tempo de uso do aparelho móvel, porém isso vai depender de cada usuário, sendo que inicialmente o uso se dará a 24 horas. Com a estabilidade do processo, e um certo tempo de tratamento, o uso pode se tornar gradual, diminuindo com o uso, sendo essencial apenas de forma noturna. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *