Vida universitária: como estudar sem descuidar da saúde?


vida universitáriaEntão você conseguiu ingressar na faculdade? E agora, como será sua vida universitária? Você está dando o primeiro grande passo para sua independência e um passo muito significativo nesta jornada da vida. É tudo muito novo para você, são muitas disciplinas que nunca nem imaginou um dia ver.

Muitas exigências, diversos trabalhos que sugarão bastante de sua energia vital. Além disso, principalmente para aqueles que optaram por uma universidade longe de casa, esse é um momento na vida que terão mais liberdade e oportunidade para o crescimento.

No entanto, a rotina de estudos somada a falta de saber como administrar tanta liberdade fazem com que um dia você acabe se alimentando apenas de macarrão instantâneo! Infelizmente, todo o estresse estudantil junto com a má alimentação podem lhe trazer sérios problemas de saúde. Que tal se cuidar melhor? Veja abaixo algumas dicas para conseguir ter uma vida universitária mais saudável e equilibrada.

Rotina diária em sua vida universitária

Em todas as áreas da vida é necessário que estabeleçamos uma rotina para que consigamos cumprir com prazos e horários. Na vida universitária não é diferente! Você terá horário de chegar às aulas, datas para entrega de trabalhos e tudo mais. E uma forma de não se tornar um zumbi a ponto de estourar o coração no peito devido ao estresse é evitar deixar tudo para a última hora.

Procure não estudar até a madrugada, especialmente se terá que acordar cedo para aula do dia seguinte.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Pittsburgh, a privação do sono pode, além de elevar o risco de sérias doenças, também favorece o ganho de quilos indesejados. E claro que você não quer sair com um diploma na mão e vários quilos a mais em seu corpo! Portanto, procure organizar seus horários:

  • Para estudar;

  • Para comer;

  • Para descansar;

  • Para o lazer.

Você verá como uma maior organização poderá fazer seu dia render muito mais e se sair bem melhor nos estudos.

Final de semana é para descanso

Muitas vezes durante sua vida universitária você precisará se dedicar integralmente à faculdade e sacrificar vários finais de semana (FDS). Nós sabemos: sem dor, sem ganho! Mas, enquanto puder, tente não deixar tarefas para serem feitas em seus FDS. Melhor do que isso, tire o sábado e domingo para descansar, dar uma volta, fazer um exercício físico como uma caminhada, corrida ou pedalada. Isso lhe deixará com a mente e o corpo mais relaxados e também poderá contribuir para sua saúde física e mental

Não troque as refeições por lanches

Se você está estudando fora ou mora sozinho, com certeza, já trocou refeições, principalmente as noturnas, por um supersaudável (sarcasmo) macarrão instantâneo, hambúrguer, pipoca, pizza, ou qualquer uma dessas comidas que não lhe dão sangue algum. É pouco provável que você NÃO tenha compreensão do mal que está causando à sua saúde. Porém, vamos reforçar: você está antecipando sua morte! Literalmente!

Tente sempre fazer, ao menos as refeições principais – café da manha, almoço, café da tarde e jantar– corretamente ingerindo alimentos saudáveis como frutas, legumes, verduras, alimentos integrais. Evite o excesso de açúcar e alimentos gordurosos. Caso esteja meio sem grana, você pode:

Pratique exercícios físicos

A prática de exercícios físicos pode melhorar tanto sua saúde, quanto sua disposição para levar uma vida universitária. Por isso, busque fazer algum exercício físico regularmente, chame seus colegas de faculdade para caminhar ou pedalar com você, ir à academia, assim terá companhia e também influenciará outros a melhorarem a saúde. Caso sua universidade tenha um campus de educação física ou fisioterapia, procure saber se eles lhe oferecem algum esporte grátis, por ser aluno da instituição, como natação e outros. O importante é não ficar parado durante seus estudos!

Gostou das dicas? Então compartilhe-as com seus amigos no Facebook!


Sobre Lilian Silva

Bióloga e apaixonada pela escrita, estou sempre em busca de informações úteis as quais possam ser reunidas em textos que ajudem as pessoas.

Deixe seu comentário