Veja o que ajuda a combater a gordura localizada 3


Gordura localizadaQuem sempre deixa o início de uma dieta equilibrada para o dia seguinte, semana seguinte, mês seguinte, ou ano seguinte, fatalmente acabará se surpreendendo com a quantidade de gordura localizada que se deposita em pontos estratégicos do corpo, principalmente na região abdominal.

Sem desprezar a significativa parcela que a falta de exercícios físicos regulares tem sobre o processo, mesmo quem não se exercita muito pode chegar aos 30 anos sem barriga. Não existe milagre, pois se essas pessoas conseguem seguir uma dieta equilibrada de nutrientes, consumindo, sobretudo, pouquíssima gordura e alimentos calóricos, o que terão para queimar?
Como evitar o problema é sempre melhor do que remediá-lo, fique atento ao que você consome todos os dias. Não se trata de se embrenhar em radicalismos alimentares, mas sim de elaborar o cardápio conforme as necessidades do seu organismo. Essa é a única forma de ele não se “rebelar” contra você, apresentando saliências em locais indesejados.

Veja 4 alimentos que ajudam a acelerar a eliminação de gordura e acabar com a gordura localizada, fatores imprescindíveis para a conquista do emagrecimento.

Os alimentos e a gordura localizada

Os peixes e os frutos do mar

Embora esse não seja um fato muito divulgado, muitas pessoas engordam devido ao excesso de processos inflamatórios das células. Felizmente, os ácidos graxos contidos no ômega-3 atuam como excelentes agentes antioxidantes. Dentre muitos outros benefícios, o ômega-3 também é importante para evitar que grandes quantidades de glicose sejam estocadas como gordura, contribuindo diretamente para impedir a formação da temida gordura localizada. No entanto, os nutricionistas enfatizam que os efeitos citados são sentidos apenas quando alimentos ricos em ômega-3 são consumidos, ao menos, três vezes durante a semana.

Os alimentos probióticos

Existem diversas teorias que servem como respaldo para a atuação dos alimentos probióticos no organismo. Dentre elas, a mais difundida ressalta que os lactobacilos presentes nesses alimentos produzem o chamado ácido linoleico conjugado (CLA, em inglês), que atua na redução da concentração de gordura. Para ser mais exato sobre a relevância dos probióticos, é importante destacar um estudo científico divulgado em 2006 pela revista Nature, o qual demonstrou que a porcentagem de bactérias benéficas constantes na flora intestinal de indivíduos obesos é bem distinta do volume contido na flora de pessoas que não estão acima do peso ideal. Como os lactobacilos são preponderantes para a saúde da flora intestinal, foi possível concluir que o excesso de gorduras no intestino sem a quantidade adequada de bactérias para digeri-la é determinante para o acúmulo de peso.

O abacate

Embora seja um alimento muito gorduroso, os nutricionistas defendem que esse excesso de gordura acaba sendo benéfico para quem deseja emagrecer, já que produz um aumento da saciedade. No mais, o abacate é rico em gorduras monoinsaturadas, importantes para diminuir as chances de o organismo ser acometido pelos picos de insulina.
Contudo, no que se refere à gordura localizada, o abacate se destaca pela presença do ômega-9. É ele quem estimula a produção de adiponectina, hormônio que incita o organismo a gerar energia através do estoque de gorduras estocadas na região abdominal.
Entretanto, para não exagerar na dose, o ideal é consumir o alimento de forma bem moderada, ou seja no máximo três vezes durante a semana. Isso porque o abacate é muito calórico — 100 g da fruta equivale a, aproximadamente, 180 calorias.
Veja os incríveis benefícios proporcionados pelo abacate

As frutas vermelhas

Finalmente, fechando o ciclo dos principais alimentos que combatem a gordura localizada estão as frutas vermelhas e similares. O interessante é a considerável variedade dessas frutas. Dentre as principais estão o morango, mirtilo, uva roxa, framboesa, cereja, melancia, amora, e a jabuticaba.
O destaque de cada uma delas fica por conta de um fitoquímico (e muitos outros) chamado antocianina, responsável por aprimorar os processos inerentes ao sistema circulatório. Essa ação culmina na queima mais eficiente da gordura posicionada na região do abdômen.

O ideal é consumir diariamente cerca de duas xícaras de qualquer uma das frutas acima, aumentando assim, as chances de diminuir a gordura localizada.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

3 pensamentos em “Veja o que ajuda a combater a gordura localizada