Terapia holística: os princípios do holismo


Terapia holística é qualquer terapia orientada pelo holismo, ou seja, pela abordagem de que os elementos emocional, mental, espiritual e físico de uma determinada pessoa estão integrados num mesmo sistema, buscando assim tratar os problemas no contexto global, tratando tanto a causa da doença como seus sintomas.

Segundo o holismo (palavra derivada do grego holos, com o significado de inteiro, de todo), as propriedades de um sistema vivo qualquer integram o sistema, determinando como todas as suas partes se comportam, fazendo com que qualquer anormalidade de uma de suas partes tenha consequências no todo.

De acordo com esse princípio, podemos nos reportar a Aristóteles, filósofo grego, que afirmou em seu livro “Metafísica”: “O todo é maior do que a simples soma das suas partes”.

Na atualidade, os princípios do holismo foram estabelecidos por Jan Smuts, sul africano que escreveu em seu livro Holism and Evolution”: “A tendência da natureza, através de evolução criativa, é a de formar qualquer todo como sendo maior do que a soma de suas partes”.

Os princípios do holismo sempre foram discutidos através da história. O primeiro filósofo moderno que colocou o holismo no rol das ciências foi Augusto Comte, estabelecendo a importância do espírito de conjunto sobre o espírito de detalhes com o objetivo de ter uma compreensão melhor da ciência e o seu valor para a humanidade.

Aplicação da terapia holística.

Utilizando os princípios do holismo como terapia, busca-se analisar os estados emocionais negativos e seus bloqueios energéticos nos meridianos que, segundo o holismo, possuem uma rede por todo o corpo, criando consequências que podem se tornar doenças físicas.

Mesmo que não se considere que as pessoas estejam doentes quando bloqueadas energeticamente, a terapia holística verifica que a pessoa em situação de bloqueio energético não está utilizando o corpo em todo o seu potencial, impedidas que são de desenvolver suas atividades da forma como gostariam.

Enquanto isso ocorre e enquanto a pessoa não apresenta qualquer doença, a medicina tradicional não tem meios de fazer qualquer tratamento. O bloqueio energético atrapalha as atividades, mas não apresenta ainda sintomas específicos, impedindo assim um correto diagnóstico.

A terapia holística atua nesta etapa, embora não seja considerada uma prática médica, agindo em busca do reencontro do equilíbrio energético no organismo, atuando sobre o lado psíquico e social do indivíduo através de estímulos naturais, despertando a consciência do indivíduo sobre seu próprio corpo e fazendo com que readquiria o equilíbrio para evitar as doenças que poderão sobrevir.

Os profissionais da terapia holística buscam, através de diversas técnicas, prestar atendimento às pessoas em situações negativas, tornando o autoconhecimento um dos objetivos para que retorne o equilíbrio energético, melhorando sua própria qualidade de vida, sem interferir, contudo, em tratamentos tradicionais.

A terapia holística é apresentada como alternativa para melhorar as condições psíquicas, vendo nisso um meio para evitar que as doenças possam acometer um indivíduo, utilizando técnicas como aconselhamento, técnicas de intervenção física voltadas para a massoterapia, terapia corporal, acupuntura, florais de Bach, balanceamento muscular e terapia ortomolecular entre outras.

Algumas dessas técnicas, a exemplo da acupuntura, já são aceitas na medicina tradicional, depois de estudos que comprovaram sua eficácia em diversos tratamentos. As outras formas de terapia holística são oferecidas as pessoas de uma forma geral através de profissionais que buscaram estudar a terapia holística, aplicando-as segundo o que aprenderam com especialistas.

Como afirmamos, a busca pela terapia holística estuda o organismo como um todo, buscando interferir positivamente na qualidade de vida das pessoas, sendo um meio preventivo contra doenças que possam afetar o corpo humano, mas devemos entender que a busca de terapias tradicionais devem ser o meio para curar doenças, se elas surgirem.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário