Saiba quais as principais técnicas adotadas na cirurgia de próstata


técnicas adotadas na cirurgia de próstataO câncer de próstata, em sua maioria, é uma doença que requer um procedimento cirúrgico para levar à cura. Apesar do índice da doença ser constante e perigoso, o seu histórico de casos de cura é grande e este é um motivo para comemorar — o procedimento de realização da retirada do câncer de próstata, a prostatectomia, ou simplesmente cirurgia de próstata, é um procedimento que retira completamente a glândula e os tecidos à sua volta com as vesículas seminais.

O câncer de próstata é detectado via exame do toque retal, onde seus aspectos são de nódulos nas glândulas, e eles podem ser notados pelo urologista. Em caso de hiperplastia benigna da próstata, a glândula tem o mesmo sintoma, porém, as células não sofrem mutação. Porém, também é importante verificar o procedimento com o urologista. Alguns médicos também indicam a cirurgia de próstata para este caso, já que os sintomas da dificuldade em urinar é um fator decisivo para eliminar a doença.

Técnicas usadas na cirurgia de próstata

Vamos conhecer os procedimentos e técnicas que a cirurgia de próstata se utilizam.

Prostatectomia Radical Retropúbica

Antes de tudo, é necessário que o paciente que for fazer este procedimento, a radical retropúbica, é preciso saber que há três possibilidades de anestesia — anestesia geral, anestesia raquidiana ou peridural com sedação. Cabe ao médico decidir o que é mais apropriado para o tamanho de seu câncer e o que vai ser feito.

Neste procedimento, a incisão é feita na parte inferior do abdome, que é do umbigo até o osso púbico. A partir de então, é retirado os nervos que se localizam em torno da próstata. São os nervos que controlam a ereção, portanto, haverá uma dificuldade de ter ereções durante a vida sexual. Há chances do paciente ter ereções quando ocorre a remoção da próstata apenas de um lado.

Para drenar a bexiga, é inserido um cateter no pênis que o paciente ficará até 2 semanas para remover.

Prostatectomia Radical Perineal

Entre o ânus e os testículos, há uma área do corpo masculino chamado “períneo”. É nesta área que este tipo de cirurgia é feita — apesar de ser realizada com menos frequência, é uma solução para evitar a retirada das terminações nervosas que causam a ereção (gânglios linfáticos).

Neste caso, também se insere um cateter pela uretra do homem. Nestes casos não há dor, mas pode haver uma sensação desagradável e um desejo de urinar, fato esse esperado e que é revertido com a aplicação de medicação venosa.

Em caso de cirurgia de próstata, após a realização do procedimento, fica ainda 5 dias no hospital internado e pode ser seguida por uma radioterapia que dura em média 6 semanas.

Os efeitos colaterais mais comuns destas cirurgias de próstata é a impotência e a incontinência urinária, porém, também podem ser tratadas por outro tratamento ainda mais eficaz.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário