Como reconhecer e evitar os sintomas da ansiedade


O mundo moderno trouxe muitos benefícios para a sociedade, mas também trouxe alguns problemas. Muitos desses problemas, como a ansiedade, estão relacionados à correria pela sobrevivência da vida, as inseguranças quanto ao futuro pessoal ou profissional. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, modificando assim todo um comportamento e costumes de séculos passados.

AnsiedadeNo século XXI as pessoas se tornaram muito mais ansiosas: para não dizer “doentes”! A ONS – Organização mundial de saúde já trata esse assunto com muita preocupação e está investindo altas verbas em muitas campanhas sobre como ter uma melhor qualidade de vida.

Como reconhecer o Transtorno de ansiedade!

Segundo o DSM – IV e o CID – 10, a ansiedade acaba sendo um estado presente diariamente na vida do indivíduo e dependendo da intensidade em que ela é vivida acaba se tornando patológica e acarreta em vários problemas, como o TRANSTORNO DE ANSIEDADE. Neste caso é necessária a ajuda dos profissionais na área da saúde mental, pois além da terapia será necessária utilização de medicamentos. O estado de espírito da pessoa se altera negativamente e destrutivamente e ela acaba se afastando da realidade à sua volta. Normalmente a vida do indivíduo se torna desastrosa e muitas desses indivíduos podem prejudicar sua vida como um todo. A ansiedade é um sintoma de características psicológicas que mostra a intersecção entre o físico e psíquico. Estão diretamente relacionados.

Qual a origem da ansiedade?

A ansiedade pode ter uma origem genética. A pessoa herda de seus familiares uma pré-disposição para ter estes sintomas.
Pode ter como causa também uma infância carente e problemática onde as dificuldades dos pais, mas principalmente da mãe de passar afeto e suprir as carências afetivas e insegurança por parte da criança.
O medo do desconhecido. O velho ou conhecido sempre traz a sensação de segurança e controle. O novo por sua vez tem a capacidade de potencializar a sensação de medo no sentido de que algo ruim ou perigoso pode vir a acontecer. São pensamentos inconscientes assim: “Tudo que vem de mim é seguro e tudo que vem de fora e não está sob controle é perigoso”.

Sintomas de Transtorno de Ansiedade

  • Taquicardia, sudorese, tremores
  • Tensão muscular (Fibromialgia)
  • Cefaleia (dor de cabeça).
  • Aumento das secreções (urinárias e fecais)
  • Aumento da mobilidade intestinal
  • Compulsão alimentar ou por compras
  • Alterações no sono

Pior que isso, em grande escala ela, ( a Ansiedade) poderá desencadear a apavorante Síndrome do Pânico, que é o medo de ter medo (ou seja: uma crise ansiosa aguda). Saiba como reconhecer o estado ansioso. O autoconhecimento é a palavra chave! Quem melhor que você mesmo para saber o que você sente e em que intensidade?

Como obter autoconhecimento e como melhorar esse quadro:

  • Através dos fatores multidisciplinares como o da Psicanálise,
  • Através da prática de exercícios físicos
  • Através de uma vida mais descontraída e mais relaxada
  • Promova levar uma vida com mais qualidade
  • Tratamentos alternativos, massagem relaxante shiatsu, acupuntura etc.

Quais são os transtornos e conseqüências do estado ansioso sem tratamento adequado:

  • Transtorno Obsessivo Compulsivo
  • Transtorno Ansioso
  • Transtorno Hipocondríaco
  • Transtorno Histérico
  • Transtorno Fóbico

Em caso ansiedade procure ajuda médica!


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário