Saiba mais sobre 6 causas da prisão de ventre 1


Prisão de ventreExistem as causas clássicas que geram o mal estar popularmente chamado de prisão de ventre, tais como o excesso de estresse, uma alimentação desregrada e a ausência de práticas de exercícios. Esta é a receita básica para fazer com que o organismo apresente mais e mais vezes a, muitas vezes dolorida, “prisão de ventre”. Segundo médicos especialistas, esse quadro pode ser revertido por meio de uma reviravolta na rotina, quando o indivíduo afetado passa a realizar treinamentos regulares, ingerir grandes quantidades de fibras e água.
Contudo, o problema pode conter causas mais profundas, ora embasadas na presença de doenças como o diabetes, ora vinculadas ao uso constante de determinadas medicações ou simultaneamente. Saiba mais detalhes sobre estas e outras causas da “prisão de ventre” na sequência.

Causas da prisão de ventre

O hipotireoidismo

Situada na região do pescoço, a glândula tiroide carrega consigo a imprescindível função de sintetizar hormônios, que por sua vez são incumbidos de equilibrar o funcionamento de uma série de órgãos do organismo.
Como o próprio nome diz, o hipotireoidismo é caracterizado por uma situação na qual a tiroide deixa de produzir a quantidade ideal de hormônios solicitados pelo corpo. O resultado negativo pode ser observado sob diferentes consequências, incluindo o sistema digestivo, que se torna lento e leva à ocorrência da constipação intestinal.

hiperparatireoidismo

Não confunda com a tiroide, pois embora se trate de um problema ligado a uma glândula próxima dela, denominada paratireoide. Neste caso, a “prisão de ventre” se deve à hipercalcemia, situação provocada pelo acúmulo de cálcio liberado na corrente sanguínea. Isso acontece quando a paratireoide está desregulada e passa a produzir PTH (paratormônio) em excesso. Como é o PTH que controla a incidência de fósforo e cálcio no corpo, essas substâncias deixam de ser gerenciadas e sua produção fica fora de controle.

Os analgésicos

Não se trata de um simples remédio consumido para aplacar uma insistente dor de cabeça. O analgésico em questão que se equipara à morfina e é ministrado para pessoas que sofrem dores que já alcançaram estágios crônicos. Indivíduos que tenham passado por cirurgia também podem ter de recorrer a esses tipos de medicamento. De uma forma ou de outra, o fato é que essas medicações, constantemente, acarretam na constipação intestinal. Os gastroenterologistas explicam que em situações agravantes é comum o uso de laxantes a fim de trazer o organismo de volta à normalidade.

Os antidepressivos

De maneira análoga à citada anteriormente, os antidepressivos também levam, continuamente, à constipação intestinal. Uma das explicações mais plausíveis para a ocorrência alega que os antidepressivos interferem no processo de transmissão das emissões nervosas, prejudicando o funcionamento pleno do intestino.
Devido ao que foi exposto acima, caso alguém tenha de ingerir antidepressivos e esteja apresentando sinais de “prisão de ventre”, o mais recomendável é marcar uma consulta com o medido responsável e falar sobre a situação. É possível que a substituição do tipo de medicamento e uma rotina específica alimentar momentânea resolva o problema.

Os antiácidos

Segundo alguns pesquisadores, determinados antiácidos constituídos por hidróxido de magnésio também podem ocasionar a constipação intestinal. Esse efeito é inverso ao do hidróxido de alumínio, que tem o hábito de soltar o intestino. Por outro lado, existe uma terceira versão de antiácidos que utiliza uma mescla das duas substâncias, promovendo o equilíbrio do funcionamento intestinal, deixando regulado. Assim, antes de comprar antiácidos, verifique no rótulo quais são as concentrações de hidróxido de alumínio e de magnésio.

Os suplementos alimentares

Quando usados incorretamente ou sem orientação de um especialista, o consumo de suplementos alimentares, invariavelmente, causa desconfortos como o da “prisão de ventre”. O consumo dos suplementos não é proibido, mas é aconselhável procurar um médico para consumi-lo de modo adequado a fim de não exagerar na ingestão de ferro e cálcio, a causa do problema neste caso específico.

Veja também:
Veja como combater a constipação intestinal
Veja a importância das fibras para o emagrecimento


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

Um pensamento em “Saiba mais sobre 6 causas da prisão de ventre