Nutricionista responde a 35 perguntas que você gostaria de fazer 5


Pergunte ao Nutricionista!

Se você tem alguma dúvida em relação à alimentação, PERGUNTE à quem entende do assunto! Nós fizemos 35 perguntas ao nutricionista. A nutricionista Michelle Santos respondeu.

perguntas ao nutricionistaCada vez mais as pessoas estão se preocupando com a saúde e em ganhar mais qualidade de vida. Acompanhado a este novo panorama surgem muitas informações a respeito do assunto principalmente em relação à alimentação. Naturalmente surgem também as dúvidas não é mesmo? Se você tem alguma dúvida em relação à alimentação saudável agora é o momento de esclarecer, pergunte ao nutricionista.

A nutricionista Michelle Santos, graduada pela Universidade Guarulhos desde 2009, veio colaborar com o nosso trabalho e ajudar você a conquistar uma vida mais saudável. Ela esclarece as dúvidas mais pertinentes que ela vivenciou nos atendimentos aos seus pacientes.

Não perca esta oportunidade! Continue lendo e tire suas dúvidas com o auxílio de um profissional da área.

35 perguntas ao nutricionista

1) Saúde em alta: Quantas calorias diárias tenho que consumir para emagrecer?

Nutricionista responde: O valor calórico diário a ser consumido deve ser calculado mediante avaliação das suas necessidades específicas considerando fatores como:

  • Idade
  • Peso
  • Altura
  • Medidas corporais
  • Peso habitual (aquele em que se manteve por mais tempo)
  • Peso atual
  • Número de gestações (no caso das mulheres)
  • Nível de atividade física (se tem o hábito de praticar exercícios ou se tem uma vida sedentária).

Todos estes fatores são importantes para definir um valor calórico ao qual o seu metabolismo responda bem sem que você passe fome. No geral, costumamos prescrever um valor calórico que varia entre 1200 a 1500 calorias para que você tenha um emagrecimento saudável.

2) Saúde em alta: Posso consumir carboidratos à noite?

Nutricionista: O carboidrato é fonte de energia para o corpo e exerce um papel importante para o bom funcionamento do seu metabolismo para queimar as gorduras. Quem corta os carboidratos das refeições independente do horário pode inicialmente ter uma boa resposta do organismo. Isto porque na falta de carboidratos seu corpo irá buscar outras fontes de energia entre elas as gorduras e proteínas.

Só que a queima destes nutrientes como fonte secundária de energia resultará em perda de massa magra, ou seja, ele retira dos músculos a energia que necessita.

O que significa que você corre o risco de ficar com um corpo magro e flácido. E mais! Em longo prazo a tendência é seu corpo começar a estocar energia ao invés de gastar, reduzindo a atividade metabólica faz com que ao invés de perder, você ganhe peso.

Então para que pagar um preço tão alto ao decidir cortar os carboidratos das refeições?

Você pode SIM comer carboidratos à noite, desde que saiba selecionar as melhores fontes, que no caso são os integrais. Estes carboidratos irão demorar mais tempo para serem digeridos pelo seu organismo. Isso dá muito mais saciedade e evita os picos de insulina no sangue, que levam ao acúmulo de gordura no corpo e a formação dos temidos “pneuzinhos”.

Por este motivo inclua no cardápio do jantar alimentos como:

  • Arroz integral;
  • Frutas, verduras e legumes de baixo índice glicêmico como: morango, framboesa, maçã, aveia;
  • Pão integral, alface, espinafre, brócolis, tomate entre outros;
  • Leguminosas como lentilha e até feijão (que tem médio índice glicêmico).

3) Saúde em alta: Quais os melhores alimentos para perder barriga?

Nutricionista: Os melhores alimentos para perder barriga são aqueles que colocam o seu metabolismo para trabalhar mais queimando, para valer, as gordurinhas indesejáveis.

Uma dupla imbatível para isso são os alimentos termogênicos em combinação com aqueles que dão saciedade e ao mesmo tempo melhoram o funcionamento do seu intestino.

Entre eles estão:

  • Chá verde: Por ser termogênico ajuda a acelerar o seu metabolismo e tem ação diurética. O que dá aquele reforço para que seu corpo elimine todas as toxinas prejudiciais ao emagrecimento.
  • Gengibre: Assim como o chá verde, o gengibre também é termogênico além de ter ação anti-inflamatória. Com isso fica mais fácil eliminar as moléculas de gordura do corpo.
  • Castanha-do-pará: É rica em uma gordura do bem que é o ácido graxo Ômega 3. O Ômega 3 é muito eficiente para combater a gordura localizada. Ele facilita a utilização da insulina como fonte de energia. Com isso as chances de você acumular gordura no corpo são diminuídas.

Mas não é porque a castanha-do-pará tem propriedades benéficas que você pode consumir à vontade. Isso porque, mesmo sendo boa a gordura tem calorias e o consumo em excesso pode levar ao ganho de peso.

O ideal é comer 3 unidades de castanha-do-pará por dia.

  • Canela: Esta especiaria conhecida por dar um sabor especial nas preparações culinárias já virou a queridinha do mundo fitness.

A fama se explica na sua ação termogênica que colabora para queima de gordura. Além disso, assim como a castanha-do-pará a canela ajuda a manter os níveis de glicose e insulina.

E o melhor! Ajuda a matar a vontade por doces, pelo seu sabor levemente adocicado. Para ter todos os benefícios desta especiaria você só precisa de 1 colher (chá) ao dia.

  • Mamão: Esta fruta já é uma velha conhecida em cardápios que usam a reeducação alimentar. Isto porque é rico em fibras que melhoram o funcionamento intestinal, dão saciedade e tem baixas calorias.

Além de ter vitaminas e minerais importantes ao bom funcionamento do seu organismo e ao aumento da resistência imunológica. É uma ótima opção para começar o seu dia!

  • Ameixa: Rica em fibras melhora o funcionamento intestinal e a digestão dos alimentos. Além disso, combate a retenção líquida.

Todos estes benefícios em conjunto ajudam você a ter uma barriga mais definida.

4) Saúde em alta: O que comer antes e depois da academia?

Nutricionista: Tão importante quanto praticar atividade física é adequar a alimentação a fim de obter um melhor desempenho. Aqui vão nossas sugestões:

Pré-treino:

Com 1 a 1.30 horas antes do exercício:

Opte por carboidratos de baixo índice glicêmico, ou seja, pelos integrais que como já mencionamos dá energia e saciedade juntamente com proteínas de alto valor biológico.

As proteínas são essenciais para a construção e/ou reparação muscular e para o ganho de massa se este for o seu objetivo. Inclua então no cardápio:

  • Carnes magras como frango ou peixe;
  • Clara de ovo;
  • Leite e derivados desnatados.

Pós-treino:

Já no pós treino, o objetivo é adequar a alimentação para uma rápida recuperação da energia gasta durante o exercício. Além disso, a alimentação adequada favorece a reparação das fibras musculares.
Dependendo do horário que você terminar opte por uma salada de frutas com granola ou um lanche com:

Ou uma refeição completa com:

  • Carboidrato
  • Proteína
  • Boas fontes de gordura.

Por exemplo:

  • 2 colheres (sopa) de arroz integral
  • 1 colher (sopa) de feijão
  • 1 filé de peixe grelhado
  • 2 colheres (sopa) de brócolis ao vapor.

5) Saúde em alta: Qual o melhor, pão francês ou tapioca?

Nutricionista: A tapioca é sim uma boa opção para substituir o pão francês branco. Isto porque ela oferece menos calorias que o pão branco. São 130 calorias do pão branco em média contra 80 calorias da tapioca (desde que utilizados recheios simples com baixas calorias).

Além disso, não contém glúten, o que para muitas pessoas pode facilitar a digestão. E mais! Você pode enriquecer a tapioca com fibras acrescentando sementes como chia ou linhaça.

Agora, se suas opções são tapioca ou pão integral, dê preferência ao pão integral observando o rótulo destes alimentos para verificar o quanto de fibras tem por unidade.

6) Saúde em alta: Qual a melhor forma de preparo dos alimentos para emagrecer?

Nutricionista: Dê preferência pelos alimentos cozidos, assados e/ou grelhados com pouca utilização de gordura.

7) Saúde em alta: Devo comer salada, antes ou após as refeições?

Nutricionista: Para uma alimentação saudável e para favorecer o seu emagrecimento, dê preferência por iniciar as refeições pelas saladas sem restrição de quantidade. Pela grande quantidade de fibras que possui, a salada fará com que você sinta saciedade mais rápido e, consequentemente, coma bem menos nas refeições principais.

8) Saúde em alta: Posso beber líquidos durante as refeições?

Nutricionista: Não é recomendado beber líquidos durante as refeições seja ele qual for. Isto porque além de atrapalhar na absorção dos nutrientes dos alimentos a serem ingeridos, podem levar a distensão gástrica.

O que resulta naquela incômoda sensação de estômago alto.

O ideal é beber líquidos 30 minutos antes ou após as refeições, sendo:

  • Suco natural sem açúcar
  • Água, ou chá sem açúcar.

9) Saúde em alta: Feijão com arroz engorda?

Nutricionista: Muito pelo contrário! Eles formam uma dupla imbatível para quem quer perder ou manter o peso. Pois:

  • Um completa o outro ofertando a quantidade de fibras ideal para você sentir saciedade por mais tempo e evitar os picos de insulina que, em excesso, leva ao acúmulo de gordura;
  • Grande quantidade proteínas e cálcio que colaboram para o bom funcionamento do seu metabolismo fazendo com que ele queime mais gorduras. Além disso, as proteínas também são importantes para a saciedade.

O segredo está no equilíbrio das quantidades ao consumir como qualquer outro alimento. Utilize a proporção de 3 colheres (sopa) de arroz para 1 colher (sopa) de feijão.

10) Saúde em alta: Qual a melhor forma de consumir o azeite quente ou frio?

Nutricionista responde: Para preservaras propriedades benéficas desta gordura do bem em sua dieta o ideal é consumi-lo frio em preparações frias como as saladas ou colocados sob as preparações quentes e não aquecidos durante o preparo.

11) Saúde em alta: Quais os melhores tipos de carnes para consumir para manter o peso?

Nutricionista: Você deve dar preferência por carnes magras como:

  • Frango sem pele
  • Peixes assados e grelhados
  • Carnes vermelhas sem gordura como patinho, alcatra, acém.

12) Saúde em alta: Quais os melhores alimentos para consumir a noite?

Nutricionista: Os melhores alimentos para consumir a noite são aqueles que favorecem:

  • O relaxamento proporcionando uma boa noite de sono;
  • Uma fácil digestão dos alimentos;
  • Supra as necessidades energéticas do seu metabolismo que fica mais lento neste horário.

Neste caso prefira alimentos leves como:

  • Sopas;
  • Alface e outros vegetais folhosos;
  • Pão integral;
  • Frutas oleaginosas como nozes, amêndoas e castanha-do-pará;
  • Grãos como soja, grão de bico;
  • Leite e derivados desnatados;
  • Frutas como banana, maçã, pera, morangos;
  • Carnes magras como frango, peixe;
  • Chás sem açúcar.

Evite alimentos estimulantes, de difícil digestão e que favoreçam o acúmulo de gordura no corpo como:

  • Frituras;
  • Doces;
  • Cafeína;
  • Queijos amarelos que são mais ricos em gordura.

13) Saúde em alta: Como montar uma refeição (almoço ou jantar) saudáveis?

Nutricionista: O mais importante para montar uma refeição saudável é que ela tenha todos os grupos alimentares, quanto mais variada a alimentação maior será a oferta de nutrientes são eles:

  • Carboidratos de preferência integrais;
  • Proteínas;
  • Boas fontes de gordura como os alimentos ricos em Ômega 3, 6 e 9;
  • Alimentos ricos em vitaminas e minerais encontrados nas frutas, verduras e legumes.

Exemplo de uma refeição saudável:

Almoço ou Jantar:

  • Salada de folhas variadas temperada com limão, azeite e sal;
  • 3 colheres (sopa) de arroz integral
  • 1 colher (sopa) de feijão
  • 1 filé de frango grelhado salpicado com gergelim
  • 2 colheres (sopa) de acelga refogada
  • Sobremesa: 1 fruta de sua preferência.

14) Saúde em alta: Quais os alimentos a evitar em caso de gastrite?

Nutricionista: A gastrite é uma inflamação das paredes do estômago e a alimentação adequada pode colaborar para prevenir ou tratar o problema.

Entre os alimentos a serem evitados estão:

  • Os alimentos ricos em gordura que provocam uma maior acidez no estômago evite alimentos como: frituras, embutidos, queijos amarelos, doces, chantilly.
  • Alimentos a base de farinha branca como pães, massas, bolos que fermentam no estômago provocando irritação. Dê preferência pelos integrais;
  • Condimentos e temperos fortes como pimenta, curry, mostarda, catchup, shoyo e outros que possam provocar a incômoda “queimação” estomacal;
  • Café, chá mate, refrigerantes e outros tipos de bebidas que irritam ainda mais a mucosa do estômago;
  • Leite e derivados: Em um primeiro momento em uma crise de gastrite este tipo de alimento pode até “aliviar” as dores estomacais mais por pouco tempo, pois durante o processo de digestão o estômago irá produzir mais ácido para deixar alcalinizar o efeito do cálcio presente nestes alimentos.

Por este motivo o melhor é evita-los.

O segredo então para prevenir ou tratar as crises de gastrite é manter uma alimentação o mais natural com frutas de ph básico como mamão, banana, pera e vegetais de preferência cozidos assim como todas as demais preparações do seu dia devem ser cozidas.

Desta forma a fibra presente nos alimentos será abrandada pela cocção fazendo com que os alimentos sejam mais bem absorvidos.

15) Saúde em alta: Como diminuir o colesterol através da alimentação?

Nutricionista: Os melhores alimentos para diminuir o colesterol são:

  • Alimentos ricos em fibras como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos como soja, grão de bico;
  • Alimentos ricos em esteróis e estanóis vegetais. Eles são responsáveis por bloquear a absorção do colesterol no intestino.

Onde você pode encontrar este tipo de substâncias:

  • Vegetais;
  • Frutas;
  • Sementes como chia/linhaça;
  • Frutos secos;
  • Óleos vegetais;
  • Alimentos ricos em Ômega 3 um ácido graxo polinsaturado que ajuda a reduzir o LDL (mau colesterol) e os triglicerídeos no sangue.

O Ômega 3 pode ser encontrado principalmente em alimentos como:

  • Salmão;
  • Sardinha;
  • Atum
  • Azeite de oliva.

16) Saúde em alta: O quanto beber de água por dia para ter um corpo saudável?

Nutricionista: A água além de hidratar ajuda o seu corpo a eliminar todas as toxinas que prejudicam o seu emagrecimento e que são prejudiciais a sua saúde.

O ideal é beber 2 litros de água por dia que equivalem de 6 a 8 copos.

17) Saúde em alta: Se não tenho fome para jantar a noite quais os melhores substitutos?

Nutricionista: Se não tiver fome para fazer uma refeição completa no jantar inclua alimentos leves como:

  • Frutas
  • Torradas ou pães integrais;
  • Iogurte com aveia;
  • Queijo branco;
  • Chás como camomila, erva-doce;
  • Vitamina feita com fruta, leite desnatado e algum tipo de semente como chia ou linhaça.

Mais não faça disto uma rotina, pois como já mencionamos é muito importante manter uma alimentação equilibrada com todos os grupos de alimentos.

Além disso, se você mantiver horários regulares para se alimentar (de 3 em 3 horas) não sentirá fome a todo o momento e ainda irá colaborar para o seu metabolismo funcionar melhor!  Veja alternativas para substituir o jantar e manter uma dieta saudável

18) Saúde em alta: Ando muito desanimada (o) como melhorar esta condição através da alimentação?

Nutricionista: Com a vida agitada que a maioria das pessoas leva muitas vezes a oferta de nutrientes não é adequada e um dos primeiros sintomas a aparecer pode ser o desânimo.

Mais a boa notícia é que existem alguns alimentos que aumentam a disposição devolvendo a você a energia que precisa para realizar normalmente suas atividades diárias.

Alguns deles são:

  • Banana: É rica em triptofano o hormônio do bem estar que participa ativamente da produção de serotonina. O que favorece boas horas de sono e bem-estar. Além disso, contém potássio um mineral que combate à fadiga, fraqueza muscular e cãibras.
  • Pó de guaraná: O pó de guaraná é rico em cafeína um estimulante natural do seu sistema nervoso. Por este motivo o consumo moderado favorece o ganho de disposição.

Açaí: É fonte de energia e vitaminas como vitamina C e B. O que melhora a resistência imunológica e o funcionamento do seu metabolismo.

Além de ter ação antioxidante combatendo a ação dos radicais livres e ajudando a manter a forma.

Frutas oleaginosas: As nozes, amêndoas, castanha-do-pará são boas fontes de gordura que dão energia e favorecem a queima de gordura.

Além disso, possuem cobre e selênio que aumentam a produção de energia, aumentam a concentração e diminuem o estresse.

Viu como vale mesmo a pena consumir de 2 a 3 unidades destas frutas ao dia?

19) Saúde em alta: Quais os alimentos consumir para combater a queda de cabelo.

Nutricionista: A queda de cabelo é um problema que atormenta muitas pessoas sendo muito mais frequente nas mulheres.

E não só o seu corpo como o seu cabelo merece cuidados, dando a ele os nutrientes necessários para que nasça e cresça forte e saudável.

A falta de vitaminas como a vitamina A e de nutrientes como proteína e ferro é uma das grandes responsáveis pela queda de cabelo e neste caso o ideal é reforçar seu cardápio com alimentos que contenham estes nutrientes.

Sugestões:

  • Cenoura: É rica em betacaroteno o precursor da vitamina A e um potente antioxidante que previne a ação dos radicais livres em todo o seu organismo combatendo a queda de cabelo.

Além disso, a vitamina A mantém a saúde, a nutrição e a oleosidade do couro cabeludo.

Aveia: Além de ser rica em fibras a aveia contém silício e vitamina B que juntos irão fortalecer o seu cabelo, principalmente a região do bulbo capilar o que fará com que ele cresça mais.

Por conta da vitamina B todo o seu metabolismo melhora e com isso é possível controlar as questões hormonais uma das responsáveis pela queda e pelo aparecimento dos cabelos brancos.

Consuma até 2 colheres (sopa) de aveia por dia para ganhar muito mais saúde.

  • Abacate: Rico em Ômega 3 que é um antioxidante natural prevenindo a ação dos radicais livres e consequentemente a queda dos seus cabelos.

Além de ter vitamina A, E e B que ajudam no fortalecimento e na hidratação dos fios.

Consuma de 1 a 3 colheres (sopa) ao dia para usufruir destes benefícios.

  • Iogurte natural: Por ser rico em aminoácidos e conter vitamina B o consumo de iogurte natural ajuda no fortalecimento e no ganho de resistência dos fios.
  • Castanha-do-pará: Além de conter Ômega 3 que você viu que é benéfico para o combate aos radicais livres a castanha contém zinco, importante mineral para fortalecer os cabelos, diminuir a oleosidade e a descamação dos fios.

Consumindo 3 unidades ao dia é o suficiente para obter os benefícios.

20) Saúde em alta: Sou atleta de corrida, como deve ser minha alimentação para conseguir melhores resultados?

Nutricionista responde: Todo atleta deve receber um plano alimentar individualizado para atender as suas necessidades específicas.

Mais no geral algumas dicas são essenciais para prática da corrida. São elas:

  • Não praticar a atividade em jejum;
  • Manter-se hidratado antes, durante e após a atividade;
  • Evitar alimentos ricos em fibras, proteínas e gorduras no pré-treino para não ter problemas gastrointestinais e ter que interromper a atividade.

O que comer antes da corrida?

Dê preferência por carboidratos de baixo a médio índice glicêmico. Isto para manter a energia e sentir-se saciada por mais tempo.

Exemplo:

  • Maçã;
  • Pera;
  • Morango;
  • Suco de frutas sem açúcar;
  • Biscoito integral.

Durante a corrida:

Corridas com até 60 minutos de duração mantenha a hidratação com água e com repositores hidroelíticos se necessário.

Quando o tempo ultrapassa 60 minutos indicamos os repositores hidroelíticos combinado com carboidratos em gel.

Após a atividade:

O objetivo é repor rapidamente a energia perdida durante o exercício e favorecer a construção e reparação muscular com um cardápio com carboidratos de rápida absorção e proteínas.

Exemplo de alimentos a serem consumidos:

  • Arroz ou batata;
  • Mel;
  • Carnes magras;
  • Queijos;

Dica: Não deixe de consultar um nutricionista para que este profissional possa adequar o seu cardápio mediante suas necessidades!

21) Saúde em alta: A partir da 3ª idade tem algum suplemento indicado para aumentar minha qualidade de vida?

Nutricionista: Uma alimentação equilibrada com todos os grupos alimentares é importante em todas as fases da vida principalmente na 3ª idade.

Isso porque com o passar dos anos o organismo passa por uma série de mudanças hormonais e fisiológicas e precisam da devida atenção para não comprometer a qualidade de vida do idoso.

Nosso maior objetivo como nutricionista é dar através da adequação da alimentação e/ou suplementação quando necessária as condições para que o idoso possa manter-se saudável ganhando a energia necessária para usufruir dos bons momentos da vida.

Hoje no mercado existem suplementos eficientes que atenda esta expectativa como:

  • Ômega 3: Naturalmente encontrado em alimentos como salmão, atum, bacalhau encontra-se na forma de suplemento e é indicado para:

– Retardar o envelhecimento já que tem propriedades antioxidantes combatendo a ação dos radicais livres;

– Diminuir a incidência de doenças cardiovasculares pois contribui para diminuir os níveis de colesterol e triglicérides;

– Melhora a concentração.

  • Sulfato de glucosamina: Um dos suplementos mais indicados para 3ª idade. Ele fortalece as articulações e mantém as cartilagens do corpo saudáveis.

O que dá muito mais qualidade de vida porque evita as dores nas articulações comuns nesta faixa etária.

  • Multivitamínicos: Com o passar dos anos todo o corpo sofre alterações entre elas a do paladar e do olfato. Além disso, a maioria dos idosos apresenta dificuldade de mastigação.

É onde a oferta de nutrientes através da alimentação pode ficar prejudicada e a suplementação de multivitamínicos é uma das alternativas para suprir essa carência nutricional.

Os multivitamínicos contêm vitaminas como:

  • Vitamina D que melhora a absorção de cálcio;
  • Vitamina C que além de fortalecer o sistema imunológico é antioxidante e melhora a circulação sanguínea;
  • Vitamina B12 que age no sistema nervoso prevenindo doenças como mal de Alzheimer e mantém a memória ativa.

22) Saúde em alta: Quais os benefícios do iogurte para a dieta?

Nutricionista: O iogurte é um alimento bem completo e muito indicado para incorporar uma dieta saudável. Isto porque ele:

  • É rico em proteínas que além de ajudar a manter a elasticidade e saúde da pele dá energia e saciedade;
  • Cálcio: Este mineral é comprovadamente benéfico para a perda de peso ajudando a queimar as gorduras em excesso, principalmente da barriga abdominal;
  • Vitaminas do complexo B o que melhora o funcionamento do seu metabolismo fazendo com que você perca peso com mais facilidade.

A dica para aproveitar bem os benefícios do iogurte é optar pelas versões desnatadas para reduzir a quantidade de gordura e consequentemente as calorias da dieta. Conheças 8 benefícios que o iogurte pode trazer para a sua vida

23) Saúde me alta: Qual a diferença entre diet e light?

Nutricionista: O produto diet é aquele em que se retira algum nutriente com um objetivo específico como o de atender as necessidades de:

  • Diabéticos;
  • Intolerantes a lactose;
  • Celíacos;

Então pode se retirar:

  • O glúten;
  • O açúcar;
  • O colesterol;
  • O sódio entre outros.

Atenção! Nem sempre ser diet significa que o produto não tem calorias. Isso porque para compensar a quantidade de determinado nutriente as indústrias adicionam gordura o que torna o alimento calórico da mesma forma.

Já o produto light é aquele que sofre redução de um determinado nutriente (cerca de 25%). Os produtos light são voltados para aquelas pessoas que querem manter uma alimentação mais leve.

Aqui em relação a produtos diet e light a regra é sempre verificar o rótulo dos alimentos para avaliar com mais informações a respeito do alimento aquele que é adequado às suas necessidades específicas.

24) Saúde em alta: As sopas realmente ajudam a emagrecer?

Nutricionista: Quando elaboradas combinando os ingredientes de forma equilibrada as sopas podem sim ser uma opção para substituir uma refeição auxiliando na perda de peso.

Com as sopas você pode adicionar:

  • Verduras
  • Legumes
  • Carnes magras de modo a obter uma refeição rica em fibras, energia e proteína. Além de adicionar após o preparo um pouco de azeite ao servir adicionando uma boa fonte de gordura.

Além disso, a sopa é termogênica pois acelera o seu metabolismo fazendo com que ele trabalhe mais para igualar a temperatura interna com a temperatura corporal.

Como você pode ver é possível emagrecer com as sopas desde que mantendo o equilíbrio entre os ingredientes pensando sempre que uma refeição para ser saudável precisa ter todos os grupos alimentares nas devidas proporções de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa. Receita saudável de sopa de legumes

25) Saúde em alta: Sucos detox quais os benefícios? Todo mundo pode beber?

Nutricionista: Os sucos detox tem muitos benefícios quando parte de uma alimentação equilibrada com todos os grupos de alimentos.

Entre os benefícios estão:

  • Melhora da digestão dos alimentos;
  • Liberação das toxinas do corpo por ajudar a melhorar o funcionamento intestinal e por sua ação diurética onde as toxinas prejudiciais ao corpo são eliminadas através das fezes e urina. Com isso torna-se mais fácil perder peso.
  • Funciona como uma alternativa de aumentar as dosagens de vitaminas e minerais da dieta com a inclusão de mais frutas, verduras e legumes;
  • Por ser ingerido na forma líquida a absorção dos nutrientes é mais rápida, mais para preservar os nutrientes da preparação o ideal é toma-lo logo após o preparo;
  • A combinação correta dos ingredientes pode: aumentar a concentração, melhorar crises de enxaqueca, prevenir a fadiga e ainda melhorar o humor.

Você terá todos os benefícios do suco se o consumir sem exageros, como parte complementar de uma alimentação saudável e variada. Seguindo esta recomendação qualquer pessoa pode bebe-lo desde que com equilíbrio! Receita de suco detox que vai te fazer emagrecer rápido

26) Saúde em alta: Após os 30 anos o metabolismo realmente fica mais lento? Se sim, como deve ser minha alimentação para melhorar isso?

Nutricionista: Existe um processo natural de queda do metabolismo após os 30 anos mais a combinação de uma alimentação adequada, com a inclusão de alguns alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo e a prática de atividade física pode fazer com que mesmo após os 30 você consiga manter a saúde e a qualidade de vida.

Os melhores alimentos para acelerar o metabolismo são os conhecidos termogênicos como:

  • Café;
  • Pimenta;
  • Gengibre;
  • Canela;
  • Café;
  • Chá verde;
  • Chá branco;
  • Chá de hibisco entre outros.

As quantidades a serem consumidas devem ser devidamente orientadas por um nutricionista. Quanto aos exercícios os exercícios aeróbicos se mostram muito eficientes quando o assunto é acelerar o metabolismo, já que estes aumentam rapidamente a frequência cardíaca.

Combine então exercícios como a caminhada, corrida, dança com exercícios de musculação que fortalece a musculatura e aumenta o ganho de massa magra.

Quanto mais massa magra você tiver melhor será o funcionamento do seu metabolismo.

Veja 7 dicas de como emagrecer depois dos 30 anos

27) Saúde em alta: Quais as melhores opções para comer entre uma refeição e outra e não cair na tentação dos doces?

Nutricionista: Substitua as guloseimas por

  • Frutas de 2 a 3 porções;
  • Iogurte natural com aveia; chia ou linhaça na medida de 2 a 3 colheres (sopa) por dia;
  • Barra de cereais light;
  • Frutas oleaginosas como nozes, amêndoas ou castanha-do-pará;
  • Chás sem adição de açúcar (utilize de 3 a 4 gotas de adoçante);
  • 2 unidades de torradas integrais com creme de ricota temperado ou requeijão light.

O segredo para não cair na tentação dos doces é manter o seu metabolismo trabalhando sempre se alimentando de 3 em 3 horas de forma saudável.

28)  Saúde em alta: Qual o tipo de açúcar é mais saudável?

Nutricionista: Quanto mais refinado o açúcar mais aditivos químicos ele recebe e menos benéfico para a sua saúde ele será.

O açúcar branco por exemplo, para ficar naquela cor branquinha recebe muitos aditivos químicos e enxofre e perde quase que totalmente o seu valor nutricional.

Já o açúcar cristal é um pouco menos refinado que o primeiro e por este motivo torna-se um pouco mais difícil de dilui-lo além de ter menor poder de adocicar.

O açúcar mascavo ganha destaque entre os açúcares mais saudáveis por não sofrer o processo de refinamento mantendo assim o seu valor nutricional com a presença de:

  • Vitamina A
  • Vitamina B
  • Vitamina D
  • Vitamina E
  • Vitamina C.

Além de minerais como potássio, cálcio, magnésio e zinco.

Seguindo a lista dos mais saudáveis está também o demerara, que entre os mencionados até aqui tem o custo mais alto mais assim como o açúcar mascavo preserva os nutrientes.

Temos ainda na lista dos mais benéficos o açúcar orgânico que assim como o demerara passa por um processo de refinamento bem leve preservando assim os nutrientes presentes na cana-de-açúcar.

A dica é independente do açúcar que você escolher o importante é consumi-lo com moderação dando preferência por adaptar o seu paladar ao sabor natural dos alimentos como no caso dos sucos de frutas por exemplo.

29) Saúde em alta: Quais os alimentos indicados para manter a pele bonita e saudável?

Nutricionista: Para manter a pele bonita e saudável você deve manter a sua alimentação o mais natural possível para retirar destes alimentos as vitaminas e minerais importantes para o bom funcionamento do seu organismo.

Então inclua mais:

  • Frutas;
  • Verduras;
  • Legumes;
  • Alimentos ricos em fibra.

Além de beber água na quantidade suficiente de 6 a 8 copos ao dia.

30) Saúde em alta: Descobri que tenho diabetes como deve ser então a minha alimentação?

[caption id="attachment_12882" align="alignleft" width="250"]Nutricionista responde Imagem cortesia de stockimages em FreeDigitalPhotos.net[/caption]

É possível ter uma vida de qualidade mesmo sendo diabético através da adoção de novos hábitos alimentares.

Nutricionista responde: Ter uma alimentação com todos os grupos alimentares:

  • Frutas de 2 a 3 porções diárias dando preferência por aqueles de baixo índice glicêmico como maçã, pera, maçã, morango. Prefira o consumo da fruta in-natura e não concentrada no suco onde a absorção dos carboidratos é mais rápida;
  • Consumir de 4 a 5 porções de vegetais folhosos como escarola, acelga, almeirão, alface entre outros;
  • Carboidratos integrais ricos em fibras o que colabora para controlar os níveis de glicemia no sangue além de dar saciedade e melhorar o funcionamento intestinal. Inclua então alimentos como: arroz integral; pães integrais; massas integrais.

Consuma estas fontes de alimentos de 5 a 9 porções diárias e vale a regra: Não inclua 2 tipos de carboidrato na mesma refeição por exemplo: Batata e arroz no mesmo prato, ou é a batata ou é o arroz.

  • Carnes magras como frango sem pele, salmão, carne vermelha sem capa de gordura de 1 a 2 porções diárias;
  • Leite e derivados desnatados até 3 porções diárias;
  • Leguminosas como feijão, lentilha, soja de 1 a 2 porções diárias;
  • Boas fontes de gordura como azeite de oliva extra virgem, óleo de canola.

Como você pode ver, o que vale seja para diabéticos ou não, é o equilíbrio nutricional!

31) Saúde em alta: Qual a quantidade diária de leite adequada para cada fase da vida e que tipo de leite é recomendado para cada fase?

Nutricionista: O consumo adequado de leite e derivados (3 porções diárias) deve fazer parte da rotina de quem quer manter uma alimentação saudável. Além de prevenir a osteoporose que pode ocorrer devido à perda de massa óssea gradual após os 30 anos este alimento:

  • É rico em proteínas o que colabora para formação e reparação de todos os tecidos do corpo além de dar saciedade;
  • Rico em cálcio que contribui para maior queima de gordura corporal o que é benéfico para quem quer manter a forma.

E cada fase da vida merece uma atenção especial em relação à quantidade e tipo de leite a consumir. Estas quantidades devem ser determinadas de pessoa para pessoa com o auxílio de um nutricionista.

Como nosso maior objetivo é esclarecer suas dúvidas a respeito de qualquer assunto em relação à alimentação aí vão algumas dicas:

  • O leite e seus derivados são importantes pela grande quantidade de cálcio que possui o que colabora para o fortalecimento dos ossos e dentes.

Para garantir a quantidade de cálcio sugere-se para cada faixa etária o consumo de:

  • 8 anos ou menos: 500 a 1000mg de cálcio ao dia que corresponde a 5 copos de leite;
  • 9 a 18 anos: 1300mg de cálcio ao dia que corresponde de 5 a 6 copos de leite;
  • 19 a 50 anos: 1000mg de cálcio ao dia o que corresponde de 4 a 5 copos ao dia de leite;
  • Acima de 50 anos: 1200mg que corresponde a 5 copos de leite ao dia;

Em relação à quantidade de cálcio todo o leite seja:

  • Integral;
  • Semidesnatado;
  • Desnatado possuem a mesma quantidade do mineral 240mg.

O que difere a indicação de um ou outro é o seu percentual de gordura mediante alguma necessidade específica como:

  • Para pessoas com colesterol alto;
  • Hipertensos;
  • Com doenças coronarianas;
  • Obesidade e outros tipos de doenças onde necessariamente precisa manter bons níveis de gordura circulante no organismo a fim de evitar complicações.

Exemplo:

  • Leite integral contém 3% de gordura e normalmente é indicado na infância e adolescência salvo condições especiais como a obesidade;
  • Leite semidesnatado contém 1,5% de gordura mais indicado para pessoas que necessitam da redução de gordura conforme já mencionamos;
  • Desnatado contém 0,5% de gordura é voltado também para pessoas com doenças já estabelecidas ou com pré-disposição para o desenvolvimento delas ou ainda para aqueles que desejam manter a boa forma.

32) Saúde em alta: Leite pasteurizado ajuda a repor o cálcio?

Nutricionista: Sim, todo tipo de leite independente do seu tipo ou processo ao qual foi submetido contém em média a mesma quantidade de cálcio 240mg o que ajuda na reposição diária do mineral.

33) Saúde em alta: Quantas vezes o ovo deve ser consumido por semana?

Nutricionista: Durante muito tempo o ovo foi tido como vilão das dietas mais hoje já se sabe que ele é um alimento completo, rico em proteína, vitaminas e minerais e que pode fazer parte de uma alimentação saudável.

Aproveitar os benefícios deste alimento irá depender da frequência e forma de preparo a ser consumido. Como nutricionista indico sempre aos meus pacientes a quantidade de 2 a 3 ovos por semana sempre dando preferência por prepara-lo cozido, em água ou pochê.

Evite fritá-lo, pois o torna mais calórico e a oxidação das gorduras não é saudável para o seu organismo.

34) Saúde em alta: É mito ou verdade que o café sabota o cálcio dos outros alimentos?

Nutricionista: Sim! A velha e tão bem aceita combinação de café com leite pode não ser saudável para quem quer manter bons níveis de cálcio no organismo.

Isso se deve ao fato de que a cafeína presente no café faz com que o cálcio seja eliminado através da urina por sua ação diurética.

Mais calma! Você que gosta desta combinação não precisa se desesperar. Para que este efeito aconteça à quantidade a ser consumida deve ser superior a 4 xícaras diárias.

Essa regra dependerá também das condições de saúde e faixa etária de cada indivíduo, para mulheres na fase da menopausa, por exemplo, a recomendação é retirar o café do cardápio ou se possível diminuir o consumo.

Além disso, nesta fase como você já aprendeu aqui é importante incluir mais alimentos ricos em cálcio na dieta.

35) Saúde em alta: Quais os alimentos ricos em ferro para pacientes com anemia crônica?

Nutricionista responde: Entre os alimentos ricos em ferro estão:

  • Fígado e vísceras como moela, coração; Mariscos; Carne vermelha; Peixes; Beterraba crua (o cozimento diminui a quantidade de ferro do alimento); Pão de cevada; Chocolate amargo. Acredite! Em 100 gramas do chocolate 70% cacau você encontra 10,7 mg de ferro; Tomilho; Cominho; Espinafre; Soja; Nozes; Maçã entre outros.

Veja as principais causas e como tratar as anemias

E então, você gostou das nossas perguntas ao nutricionista? Tem alguma pergunta que gostaria de fazer? Envie para a gente, teremos prazer em ajudar. Enviaremos sua pergunta à um nutricionista e lhe responderemos assim que for possível!


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

5 pensamentos em “Nutricionista responde a 35 perguntas que você gostaria de fazer

  • Cley Allef

    Olá , faço abdominal a 2 anos ,tenho um abdômen definido , mas ainda não ta como desejado , pq não faço a dieta correta , gostaria que VC me ajudasse me dando uma informação de qual dieta devo seguir pra ter um abdômen sarado , oque devo consumir , no café da manhã , no almoço e na janta ???

    • Katia

      Boa tarde
      Gostaria de saber se isso é normal eu pesava 95 kilos
      Ai uma certa noite acabei de jantar e minha pressão aumentou ai coloquei a culpa na janta
      Ai depois desse dia não jantei mais
      Perdi 13 kilos durante 2 meses e meio isso é normal

  • SIDNEY

    BOM DIA, EU GOSTARIA DE SABER SE CONSUMIR FRUTAS NÃO EM EXCESSO A FRUTOSE SE TORNA EM ALCOOL ?
    PORQUE NOS SUCOS DE FRUTA ISSO ACONTECE !!!
    E SE OS PAES INTEGRAIS TAMBEM ACONTECE.
    Avatar de Paula
    Paula