Veja onde encontrar a Vitamina K e saiba para que ela serve


vitamina KA vitamina K é um complexo lipossolúvel, dividindo-se em 3 categorias: a vitamina K1, encontrada em alimentos de origem vegetal; a vitamina K2, produzida pela flora intestinal; e a vitamina K3, produzida artificialmente, sendo esta uma vitamina usada nos SUPLEMENTOS e bem absorvida pelo organismo.

A vitamina K é essencial para a manutenção de nossa saúde, ajudando na coagulação do sangue, contribuindo para o fortalecimento dos ossos e sendo uma substância útil para o tratamento de bebês prematuros.

Benefícios da vitamina K

Além dos benefícios que apresentamos anteriormente, a vitamina K também está sendo estudada por especialistas, que buscam comprovar outros benefícios que a vitamina K pode trazer para o organismo humano.

As pesquisas realizadas até o momento indicam que a vitamina K pode também contribuir não só para a coagulação do sangue, mas também para a saúde dos vasos sanguíneos, uma vez que eles dependem de sua elasticidade e de sua capacidade de compressão para suportar a pressão sanguínea sem se romperem.

Essas pesquisas demonstraram que a vitamina K é uma das principais responsáveis pela elasticidade dos vasos sanguíneos, já que sua ausência no organismo leva a problemas sérios nos mesmos. Os cientistas, no entanto, ainda não apresentaram relatórios conclusivos a respeito do assunto.

Caso esse benefício seja comprovado, a vitamina K também poderia ajudar a prevenir a aterosclerose, a doença cardíaca coronária, com o estreitamento dos pequenos vasos sanguíneos que fornecem o oxigênio e o sangue ao coração.

Deficiência de vitamina K

A deficiência da vitamina K é difícil de acontecer no organismo, uma vez que ela está presente em inúmeras fontes vegetais, além de também ser produzida no nosso organismo. Caso ela aconteça, no entanto, o fato pode ser identificado através de exame de sangue.

Os principais problemas decorrentes da deficiência da vitamina K são a falta de coagulação sanguínea e a perda de densidade nos ossos e nos dentes. Os principais casos de deficiência da vitamina K foram constatados em pacientes que passaram por cirurgia bariátrica e as pessoas que fazem uso de medicamentos que dificultam a absorção de gordura.

Vitaminas A, E, D e K são vitaminas lipossolúveis, o que indica que, quando qualquer uma dessas vitaminas é absorvida em quantidades maiores, isso pode atrapalhar a absorção de outras. A vitamina K, em excesso, pode interferir em medicamentos anticoagulantes, havendo também a possibilidade de interagir negativamente com medicamentos anticonvulsivos.

A vitamina K, no entanto, combina bem com o cálcio, trazendo benefícios para os ossos. Assim, sua ingestão juntamente com produtos que contenham cálcio, fortalecem os ossos do organismo e ajudam na fixação do cálcio.

Onde encontrar a vitamina K

A vitamina K pode ser encontrada nos mais diversos alimentos, sendo boas fontes os vegetais, como a couve-flor, o brócolis, o repolho, o agrião, o nabo, o espinafre e a alface, além de outros vegetais verdes.

A quantidade recomendada de vitamina K para o organismo humano, diariamente, é o conteúdo de 50 gramas de qualquer desses vegetais. Além dos vegetais, a vitamina K também pode ser encontrada nos óleos vegetais, como o azeite, e das oleaginosas, do abacate, dos ovos e do fígado.

A recomendação, para adultos, é de 25 mg de vitamina K por dia. Para mulheres em fase de amamentação, a quantidade não deve ultrapassar 10 mg por dia e, entre as crianças, deve-se calcular um micrograma para cada quilo de peso.

Suplementos alimentares com vitamina K

A suplementação vitamínica não é necessária, na maior parte dos casos, uma vez que esse nutriente é facilmente obtido através da alimentação, além do fato de ser produzido dentro de nosso organismo.

Normalmente, a suplementação é indicada para recém-nascidos prematuros ou para pessoas que tenham dificuldade de absorção de gorduras, além das que tenham passado por cirurgia bariátrica, que tomam medicamentos para dificultar a absorção das gorduras. Assim, é preciso atenção e só tomar suplementação através de prescrição médica ou de um nutricionista.

O consumo excessivo e a ingestão além das necessidades de vitamina K põem ocasionar a estimulação exagerada da coagulação sanguínea, fato que pode aumentar o risco de trombose. Desta forma, a melhor condição é deixar de lado suplementos que contenham vitamina K, bastando conseguir esse nutriente dos alimentos normais.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário