Melhore a saúde do seu organismo consumindo manjericão, também conhecido como alfavaca 1   Atualizado recentemente!


Folhas de manjericãoUma ótima fonte de flavonoides, o manjericão, também conhecido como alfavaca é um dos alimentos que fornecem preciosa proteção às células.
Estudos científicos recentes realizados sobre dois desses flavonoides, a vicenina e a orientina, demonstraram que elas ajudam a proteger as células, mais precisamente os cromossomos, contra possíveis lesões provocadas pelas variações dos índices de oxigênio.

Além disso, já está comprovado que o consumo de manjericão inibe o desenvolvimento e proliferação de determinadas bactérias que são extremamente prejudiciais ao organismo. Dessa vez, o benefício não provém dos poderosos antioxidantes da planta, mas sim de outras substâncias, como cineol, sabieno, estragol, eugenol, limoneno, linalol, e mirceno, que tratam-se de óleos voláteis com ação antibacteriana.

Benefícios do manjericão

Dentre as variadas bactérias que são inibidas devido à ingestão regular da alfavaca estão a listeria monocytogenes, yersinia enterocoliticae, staphylococcus aureus, pseudomonas aeruginosa, e escherichia coli.
Os referidos óleos mencionados há pouco possuem um elemento denominado eugenol, substância que desempenha um papel relevante no organismo: inibir a ação da ciclooxigenase (COX), uma enzima responsável por causar a inflamação das células. Estudos recentes relacionados à atuação do eugenol constataram que esse composto pode ser muito benéfico às pessoas portadoras de doença inflamatória do intestino, ou de artrite reumatoide.

Principais nutrientes do manjericão

Além das já referidas substâncias antioxidantes e dos óleos voláteis, o manjericão é extremamente rico nas vitaminas A (essencialmente o beta-caroteno, um poderoso carotenoide), C, e K, possui elevada concentração de manganês, magnésio, cálcio, ferro, cobre, e ácido fólico.

Ingestão diária recomendada de manjericão

Não existem estudos que determinem a ingestão diária recomendada para consumo da alfavaca. Mas, costuma-se utilizar a dosagem diária de cerca de 15 ml de suco extraído das folhas da planta (fresca).

Maneiras de se utilizar o manjericão

Muito utilizadas dentro do universo gastronômico, as folhas de manjericão exalam um aroma especial e marcam presença nas mais variadas receitas, seja como um mero detalhe de acabamento, ou sobressaindo-se como um dos principais componentes do prato.
Desse modo, o manjericão é muito útil para temperar carnes, aves, e vegetais no geral. Da mesma forma, saladas, ovos, tomates, e sopas ganham novas fragrâncias quando entram em contato com essa deliciosa erva.

Quando fresco, o manjericão pode dar origem a uma versão de molho pesto que não acompanha laticínios. Para isso, basta amassar as folhas da erva juntamente com azeite de oliva e alho. O pesto cai bem em brushettas preparadas com trigo integral, no salmão, em diversas receitas de massas, ou ainda revestindo pedaços de tomate e mussarela de búfala.
O manjericão também pode gerar um purê. Para obtê-lo, basta misturar a erva com cebola e azeite de oliva e bater tudo junto em um liquidificador.
Outra sugestão de consumo é com relação ao chá proporcionado pela erva. O preparo deve ser realizado com a infusão das folhas frescas da planta. Espere a água ferver, mantendo as folhas em contato com a água por pouco menos de dez minutos. Esse chá pode ter tanto o uso tópico, aplicado sobre ferimentos para aprimorar a cicatrização, como uso oral, visando evitar a ocorrência de complicações no trato digestivo.

Manjericão roxo

Criado pela Universidade estadunidense de Connecticut em meados de 1950, o manjericão roxo detém um aroma bem próximo do que é característico do tradicional verde. Além disso, as propriedades medicinais também são análogas à da versão verde da planta.

As sementes

Como semente, o manjericão ajuda a tratar e restabelecer o bom funcionamento do intestino e de todo o sistema digestivo. Dessa forma, a planta exerce uma importante influência na amenização de dores estomacais, evita a constipação intestinal, elimina as ocorrências de flatulência, e promove o bom fluxo intestinal. Some-se a isso o efeito antiespasmódico típico da erva, que é altamente providencial para o tratamento de tosses.

Leia também:
Veja mais benefícios do manjericão para o nosso organismo
Conheça algumas ervas e temperos naturais que protegem a saúde
Manjericão alivia problemas intestinais e tem ação anti-inflamatória
Receita – Limonada com manjericão


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

Um pensamento em “Melhore a saúde do seu organismo consumindo manjericão, também conhecido como alfavaca