Graviola e o combate às células cancerígenas


Graviola: importante arma contra o câncerO tratamento para doenças fatais como o câncer sempre foi e continua sendo estudado por milhares de cientistas ao redor do mundo. No entanto, muito ainda se questiona a respeito da pouca ênfase dada ao poder medicinal das plantas. A graviola, por exemplo, tem chamado a atenção devido ao poder da fruta perante o câncer, uma vez que os resultados para os tratamentos da doença têm sido mais significativos ao de muitos remédios quimioterápicos.
Além disso, a graviola tem a vantagem de não proporcionar as dolorosas reações adversas (queda de cabelos e náuseas constantes, por exemplo) inerentes à quimioterapia e radioterapia.

Graviola e o combate às células cancerígenas

Atualmente, a força da graviola no combate às células cancerígenas não está muito em voga dentre a maioria dos profissionais da área medicinal. Existem até indivíduos que afirmam, categoricamente, que não há comprovação científica quanto à atuação da graviola sobre o câncer.
Entretanto, essa manifestação de parte dos pesquisadores evidencia certa contradição, uma vez que, em 1976, o Instituto Nacional do Câncer estadunidense concluiu que o poder quimioterápico da graviola é cerca de 10 mil vezes mais eficaz do que a substância adriamicina, princípio ativo muito presente nas medicações usadas em quimioterapia. Esses medicamentos apresentam razoável eficiência contra o câncer, mas carregam consigo extenuantes e agressivos efeitos colaterais.
Além disso, os mesmos remédios possuem uma característica grave: são incapazes de dissociar células saudáveis de células cancerosas. O resultado óbvio é um contínuo ataque indiscriminado desferido sobre todos os conjuntos celulares. Desse modo, se por um lado as medicações curam, por outro acabam enfraquecendo organismo.
Esse problema não acontece com a graviola, pois a fruta tem a enorme vantagem de distinguir as células, preservando as células saudáveis e inibindo a ação das demais em um curto período de dois dias.

Dando continuidade aos estudos científicos iniciados em 1976, a Universidade de Purdue, situada igualmente nos Estados Unidos, mais precisamente no estado de Indiana, os pesquisadores especificaram contra quais tipos de câncer a graviola era mais eficaz. São eles: câncer de bexiga, mama, pulmão, esôfago, próstata, cólon, e reto.

A ação diferenciada da graviola

Ao contrário do que se diz em torno da graviola quanto ao combate ao câncer, não existe milagre, mas sim evidências. A planta da fruta é rica em diversos fitoquímicos, especialmente a acetogenina. Além do referido composto ser extremamente mais poderoso que o presente em remédios quimioterápicos, a ação benéfica da graviola não só cura o câncer como retarda consideravelmente o processo de desenvolvimento da doença.

Como consumir a graviola

Tendo em vista o combate ao câncer, a ingestão mais comum da graviola é sua versão em pó, que provém das próprias folhas da planta. Esse pó pode ser consumido em cápsulas ou por meio de colheres de chá. O ideal é que as dosagens sejam consumidas nos 20 minutos anteriores à realização das refeições.
Com relação à quantidade a ser ingerida, é necessário se atentar ao objetivo do consumo, já que as concentrações quanto à prevenção e cura do câncer variam. No primeiro caso, o volume deve ser de 50 miligramas. Já no segundo, a dosagem anterior deve ser multiplicada por 2, ou 4 – conforme a gravidade do tipo de câncer a ser combatido.

A graviola na quimioterapia

Existem determinados tipos de câncer sobre os quais o efeito da graviola pode ser insuficiente no que diz respeito à prevenção ou cura da doença. No entanto, ainda existe a possibilidade de a fruta amenizar, sensivelmente, a intensidade dos inevitáveis enjoos provocados pelos remédios quimioterápicos. Desse modo, o período de tratamento do paciente acaba sendo menos traumático e muito mais suave.

Demais utilidades para o consumo de graviola

A folha da planta da graviola é crucial para o tratamento do câncer, mas os benefícios vão além, pois a ainda há a ação antibacteriana, inseticida, vermífuga, hipo tensora, antiespasmódica, adstringente, e antiparasitária.

Veja também:
As Frutas e seus incríveis benefícios
O Poder das frutas para o organismo
Graviola pode ajudar a tratar câncer de pulmão
Graviola – Anti-Câncer/Cancro – 60 cápsulas de 1000mg
Suco de folhas de graviola desintoxica e ajuda a combater câncer


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário