• Publicidade

5 Alimentos que fortalecem os ossos

Ossos frágeis se tornam mais propensos a serem rompidos, mesmo após quedas de pequeno porte. As fraturas se tornam ainda mais perigosas nos casos em que o paciente desenvolve a osteoporose, mal que, segundo o IBGE, afeta mais de 5 milhões de brasileiros.

ossosPor mais bem condicionado que seja um corpo, chega um determinado momento em que ele inicia um processo de definhamento natural. Nessa fase de envelhecimento, a pele passa a ser o órgão em evidência, já que denuncia a longa trajetória percorrida ao longo dos anos. Entretanto, logo mais abaixo está a massa óssea, que também se enfraquece à medida em que o corpo vai perdendo o frescor da juventude.

Se ainda não é possível evitar o processo de envelhecimento corporal, certamente é possível retardá-lo ao máximo. Essa vitalidade extra conta com uma grande ajuda dos alimentos, que escolhidos com cuidado podem melhorar as chances de o indivíduo não vir a sofrer os malefícios causados pela osteoporose.
Os especialistas explicam que, o quanto antes o cardápio for reformulado, melhor. Assim, pessoas que receberam uma dieta alimentar altamente concentrada em ômega 3, vitamina D e cálcio na fase infanto-juvenil de suas vidas, dificilmente entrarão no grupo de risco de indivíduos que pode ser acometido por doenças relacionadas ao enfraquecimento dos ossos.

Na sequência, confira uma lista com 5 alimentos que ajudam a fortalecer os ossos.

Leia também:
Alimentos e nutrientes ideais para fortalecer os dentes
Veja alguns dos principais benefícios da vitamina C

O leite
Para quem não tem problemas ao ingerir lactose, o leite ainda é considerado uma das melhores fontes de cálcio, o que o classifica como alimento essencial ao bom funcionamento do organismo.
De acordo com o Ministério da Saúde, indivíduos com idade inferior aos 50 anos devem ingerir diariamente 1000 mg do mineral. Por outro lado, os que já ultrapassaram a barreira dessa idade precisam ampliar a dosagem em 200 mg, totalizando 1200 mg de cálcio por dia.
Além de conter uma variante de cálcio que é bem melhor absorvida pelo organismo, bastam 250 ml de leite para proporcionar cerca de 300 mg de cálcio.

A sardinha e o salmão
Extremamente rica em vitamina D, a sardinha também presta uma importante colaboração no processo de fortalecimento dos ossos. Para ilustrar o poder nutricional desse peixe, três unidades dele corresponde a, aproximadamente, um copo de leite.
Enquanto isso, além de ser outro peixe rico em vitamina D e cálcio, o salmão também possui altas doses de ômega 3. De acordo com os especialistas, a combinação entre esses três elementos unida à prática regular de atividades físicas amplificam as chances de manutenção de uma densidade óssea mais próxima do ideal.

Laticínios
Muitas pessoas sentem um forte enjoo quando tentam tomar leite, sendo que na maioria dos casos mal podem sentir o aroma exalado pela bebida. Felizmente, todas essas pessoas têm ótimas alternativas à disposição, uma vez que existem diversos alimentos laticínios que propiciam quase a mesma nutrição contida no leite.
Mesmo quem possui intolerância à lactose pode se beneficiar dos laticínios, pois existem queijos, por exemplo, sem lactose, mas que mantêm boas concentrações de cálcio. Enquanto isso, quem pode ingerir a referida substância pode ampliar ainda mais o teor de cálcio ao tomar versões de iogurte ricas em vitamina D, nutriente substancial para fixar o cálcio nos ossos.

Os vegetais
Os vegetais são uma das melhores opções de fontes de vitamina D e cálcio para as pessoas que são intolerantes à lactose.
Os melhores são os que apresentam cor esverdeada, como o espinafre, couve, agrião, couve-flor, e o brócolis. Segundo cientistas da Universidade suíça de Berna, quando consumidos em elevadas porções, esses vegetais colaboram para ampliar a densidade dos ossos em cerca de 3%.

A soja
A soja é outro alimento poderoso no que tange ao enrijecimento ósseo. O destaque da soja se deve à presença de um composto chamado isoflavona, que cumpre função análoga a do estrógeno quanto à fixação de minerais nos ossos. Em virtude disso, a soja é um dos alimentos que os nutricionistas costumam recomendar para as mulheres quando elas chegam à menopausa.

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação. Adoraria aprender tudo sobre fotografia.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe seu comentário

  • RECEBER DICAS DE SAÚDE!