Dieta do tipo sanguíneo – O que é e como fazer


Dieta do tipo sanguíneo – nos últimos anos, muitas modelos, atrizes e celebridades em geral têm feito uso da chamada dieta do tipo sanguíneo, apresentando bons resultados. Contudo, esta é uma modalidade de dieta ainda pouco discutida pela medicina. Veja agora como funciona a dieta do tipo sanguíneo e confira quais os alimentos permitidos e proibidos para o seu caso!

O que é a dieta do tipo sanguíneo?

Esta é uma dieta que leva em consideração os diferentes tipos sanguíneos O, A, B ou AB, e especificações de cada um deste tipos. Isso porque cada organismo, conforme o tipo do sangue, combate processos inflamatórios, como a retenção de líquido, o inchaço e as gordurinhas de um modo especial. Desta forma, é importante escolher alimentos de acordo com seu perfil biológico para melhorar o metabolismo e emagrecer. Esta dieta garante a perda de pelo menos 7 quilos em um mês.

Veja este vídeo do Programa Vida Melhor:

Esta dieta foi idealizada em 1996, com o lançamento do livro A Dieta do Tipo Sanguíneo, do americano Peter D’Adamo. Entre as adeptas estão Claudia Raia, Letícia Spiller, Madonna e outras atrizes. Nesta dieta, os alimentos são divididos em três categorias:

Benéficos: São os alimentos bons, que previnem doenças, assim como favorecer a perda de peso. Devem ser consumidos em abundância.

Neutros: Agem apenas como alimento – não fazem bem nem mal e podem ser consumidos com frequência ou não.

Nocivos: Não devem ser consumidor, pois interferem no equilibro do organismo, provocando diminuição no ritmo do metabolismo e aumento do peso.

Dieta do tipo sanguíneo

Alimentos permitidos do tipo O

As pessoas deste tipo produzem muito suco gástrico e lidam muito bem com proteína animal todos os dias. Veja os alimentos indicados para o tipo O:

  • Prefira: bovina, de carneiro, cordeiro e vitela, todos os tipos de peixe; banana, linhaça, batata-doce, repolho, ameixa, mamão.
  • Modere: frango, pato e peru; leite, cremes e iogurte; castanhas, feijões, arroz, abacate, maçã, abacaxi, uva; manteiga e alimentos industrializados.
  • Evite: codorna e porco (presunto e bacon); peixes defumados; farinha branca; cereais e carboidratos simples; café, refrigerantes e sucos prontos.

Alimentos permitidos do tipo A

As pessoas deste tipo produzem pouco suco gástrico e não são acostumadas com o excesso de carnes e outros tipos de proteína animal nem com a lactose do leite.

  • Prefira: Nenhum tipo de carne; todos os tipos de peixes e frutos do mar, exceto os mais gordurosos; abacaxi, ameixa, morango; abóbora, chás.
  • Modere: frango e peru; ricota, iogurte e queijos pesados; pêssego e abacate; feijões de todos os tipos, batata-doce, abobrinha.
  • Evite: bovina, vitela, cordeiro e porco (presunto e bacon); ovos e laticínios; sorvete, manteiga, banana, coco, laranja, shoyo, repolho, inhame, gelatina, cerveja, refrigerantes.

Alimentos permitidos do tipo B

É o único tipo sanguíneo que aceita bem o leite e os derivados, mas rejeita a carne de aves em geral.

  • Prefira: carneiro e cordeiro; bacalhau, salmão, linguado, badejo, merluza e sardinha; leite, iogurte, todos os tipos de queijos; banana, abacaxi, melancia, uva, mamão; beterraba, brócolis, repolho, cenoura.
  • Modere: bovina, fígado e peru; anchova, atum, cação, tainha e tilápia; manteiga; castanha do Pará, frutas secas; acelga, cebola, batata, feijões, alho, gelatina, mel, mostarda.
  • Evite: frango e porco (bacon e presunto); salmão defumado, lagosta, camarão, caranguejo, siri, truta, polvo e ostra; castanha de caju e amendoim; coco; tomate, milho, soja, grão de bico, farinha de trigo, todas as bebidas destiladas.

Alimentos permitidos do tipo AB

Trata-se de um meio termo entre os grupos A e B, e há uma grande variedade de alimentos, mas poucos tipos de carne são bem-vindos.

  • Prefira: carneiro, cordeiro e peru; atum, bacalhau, badejo, salmão e sardinha; ovo, iogurte, leite de cabra e queijos feta, cottage, ricota e muçarela; melancia, ameixa, cereja, go, limão, abacaxi, kiwi, uva, amendoim e nozes.
  • Modere: fígado; ovo de codorna e queijos cheddar, suíço e requeijão; ameixa seca, pera, papaia, maçã, lichia, pêssego, castanha do Pará e linhaça.
  • Evite: bovina, frango, codorna e porco (presunto e bacon); camarão, caranguejo, lagosta, linguado, merluza, ostra, salmão defumado, siri e truta; leite integral, creme de leite, manteiga; abacate, banana, caqui, coco, goiaba, laranja, manga e romã.

Sobre Daisy Libório

Daisy Libório é idealizadora dos projetos Maya Coaching - Pessoas e Resultados, Fett Text Bureau e Hora do Coaching. É formada em Letras e possui MBA em Comunicação e Semiótica, MBA em Propaganda, Marketing e Comunicação Integrada e especializações em Educação a Distância - Gestão e Tutoria e Língua Portuguesa e Literatura. Atua também como Life Coach.