Veja como fazer e as vantagens da dieta de proteínas


Dieta de proteínas Dieta de proteínas – Você já deve ter ouvido falar nesta modalidade de dieta. Na verdade, há vários tipos de dietas que colocam as proteínas como foco para perder gordura e definir a massa magra. Em geral, a maioria das dietas de proteínas são saudáveis, mas é preciso considerar os outros tipos de alimentos da pirâmide alimentar para que a saúde fique garantida. Conheça mais sobre a dieta de proteínas e confira o cardápio sugerido!

O que é a dieta de proteínas

Trata-se de uma dieta cuja base é o consumo de proteínas magras, que são o principal elemento construtor de músculos. As proteínas são de fácil absorção pelo corpo, saciam a vontade de comer por mais tempo e possuem baixas taxas de gordura. Tem como base o consumo de mil a 1.500 calorias por dia, no caso das mulheres, e até 1.800 no caso dos homens. Pode-se fazer por um mês, com intervalo posterior, para não sobrecarregar as funções renais. Como reeducação alimentar, pode-se ainda privilegiar o consumo de proteínas após a dieta.

Mesmo que esta dieta não privilegie os carboidratos (eles viram gordura e açúcar no corpo), é importante tê-los em sua dieta de proteínas, pois dão energia para as atividades diárias e para os exercícios. Neste caso, opte por carboidratos complexos e integrais, que ativam o metabolismo por muito mais tempo.

A regra para a dieta de proteínas é bem simples: minimizar o consumo de carboidratos e substituir estes por proteínas magras. A glicose que em geral é fornecida pelos carboidratos será buscada pelo corpo nas proteínas. É importante ainda praticar exercícios neste período de dieta, pois ela funciona muito bem com práticas físicas. O acompanhamento profissional é essencial. O consumo de água também é muito importante para os resultados – pelo menos 3 litros por dia. Faça pelos menos 6 refeições diárias – 3 principais e 3 lanches entre estas refeições.

Alimentos Permitidos na Dieta de Proteínas

Confira agora uma lista de alimentos ricos em proteínas magras e que são permitidos no seu cardápio da dieta de proteínas:

Abobrinha verde; Acelga; Agrião; Alface; Atum; Aves; Azeite; Bacalhau; Bacon – com moderação; Berinjela; Brócolis; Camarão; Carnes – todas as opções magras; Cebola como tempero; Cenoura (1 por dia); Chás; Cogumelo; Couve; Couve-flor; Espinafre; Frango; Feijões e lentilhas – com moderação; Gelatina Diet; Iogurte; Lagosta; Leite; Limão; Linguiça; Manteiga; Margarina; Mexilhões; Omelete; Ostra; Ovos (fritos, cozidos, mexidos); Pão light – com moderação; Peixe – todos os tipos; Pimenta; Pimentão; Presunto; Queijos industrializados – prefira os magros; Repolho; Salada verde – à vontade; Salaminho; Sashimi; Vagem.

Alimentos Proibidos na Dieta de Proteínas

Veja agora os alimentos não indicados para a sua dieta de proteínas. Você pode ainda utilizá-los com moderação, em quantidades não superiores a 50 gramas por refeição.

Abóbora; Açúcar; Almôndegas; Amendoim; Amidos; Arroz; Batata; Beterraba; Biscoito; Bolachas; Bolos; Carboidratos simples de todos os tipos; Catchup; Catupiry; Cereais; Doces industrializados; Ervilhas; Farinha branca; Macarrão; Mandioca; Mortadela; Panquecas; Pão comum e francês; Molho de tomate; Salsicha; Soja; Sorvetes.

Saiba mais sobre as proteínas nesta matéria do Programa Bem Estar da Rede Globo.


Sobre Daisy Libório

Daisy Libório é idealizadora dos projetos Maya Coaching - Pessoas e Resultados, Fett Text Bureau e Hora do Coaching. É formada em Letras e possui MBA em Comunicação e Semiótica, MBA em Propaganda, Marketing e Comunicação Integrada e especializações em Educação a Distância - Gestão e Tutoria e Língua Portuguesa e Literatura. Atua também como Life Coach.