Cuidados que devemos tomar com a alimentação na praia 1


Alimentação na praia : alguns cuidados que devemos tomar quando vamos curtir as areias e a brisa do mar.

Alimentação na praia

A estação mais quente do ano chegou e com ela a vontade constante de viajar para o litoral mais próximo e ficar por dias absorvendo os prazeres do merecido descanso: brisa marinha, barulho das ondas e o iluminado sol. Entretanto, este pode ser belo e intenso na mesma medida em que pode se transformar em um problema devido à sua própria incidência e ao calor extra que carrega consigo. Quem pensa que os cuidados devem se restringir apenas ao protetor solar está, redondamente equivocado. Existem certos alimentos que devem ser evitados ao máximo enquanto se estiver em um ambiente com as características citadas acima. Na sequência, acompanhe mais detalhes sobre a orientação dos especialistas durante a sua estadia em cidades praianas.

Algumas precauções
O cenário paradisíaco pode comprometer o caráter saudável de determinados alimentos e deixá-los, literalmente, um “veneno”. Dessa forma, de acordo com os nutricionistas, alguns itens preferidos por muitas pessoas, tais como amendoim e camarão, além da carne e queijo coalho grelhados tendem a manifestar uma quantidade maior de bactérias devido à ação do sol.
Os nutricionistas também alertam sobre a maionese, que perde suas propriedades com extrema rapidez e se deteriora de forma célere quando está em contato com sol forte. Situação análoga ocorre com a manteiga, que sofre do mesmo mal. Esses dois elementos estão presentes, com muita frequência, no sanduíche natural e no milho cozido.
Mas, não são apenas os alimentos salgados que devem figurar na lista dos perigosos. Quanto maior for a incidência solar, pior será para doces como a salada de frutas acompanhada de leite condensado e a cocada. Somam-se a estes o creme de leite e a groselha. Todos também têm seus processos de deterioração acelerados devido à presença inexorável do sol.

Selecione bem o local no qual pretende se alimentar
É difícil escolher um bom local para comer a beira mar porque a sequência de observações é grande. Contudo, sempre é bom tentar seguir a lista de verificação sem negligência. Assim, basicamente, o local onde são comercializados os alimentos, obviamente, precisa estar bem limpo. Repare se algum cheiro estranho exala do lugar e se este parece úmido – o que é um mau sinal. Jamais se devem consumir alimentos que estejam expostos ao sol e é recomendável analisar detalhes como a aparência dos mesmos, se atentando para o odor, a textura e a cor.
As condições de higiene do local também devem ser analisadas, como, por exemplo, se o forno micro-ondas está limpo, se os funcionários que manipulam a comida usam luvas para evitar possíveis contaminações. Para os casos em que os alimentos são fritos, deve-se observar a cor do óleo utilizado a fim de saber se este é renovado com regularidade.

Bebidas alcoólicas devem ser ingeridas com moderação redobrada
O consumo exagerado de bebidas alcoólicas sob um sol vigoroso pode acarretar um quadro de hipoglicemia, que por sua vez pode culminar em uma perigosa vertigem.

Manchas na pele
Quando o assunto é sol e limão, todos sabem que essa é uma combinação catastrófica e que pode resultar em uma pele manchada, consequência da fito fotodermatose, em outras palavras, queimaduras na pele ocasionadas devido ao contato com o sol.
Mas, infelizmente, o limão não é o único vilão. Outros elementos também merecem esse destaque negativo, tais como o abacaxi – muito ingerido devido à sua característica, altamente, refrescante –, a tangerina, a erva-doce, o coentro e a cenoura. Todos eles devem ser, categoricamente, evitados quando se passar muito tempo exposto ao sol.
Por conta de tudo isso, uma parte importante do corpo é, às vezes, esquecida: os lábios. Afinal, é a primeira fronteira entre o suco e o organismo. Cuidados com respingos das frutas mencionadas também devem ser tomados, pois não é preciso muito para que a pele fique manchada.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

Um pensamento em “Cuidados que devemos tomar com a alimentação na praia

  • Pingback: Alimentação na praia : alguns cuidados que devemos ter | Saúde em alta