Quer como manter a dieta, mesmo almoçando no trabalho? 1


Um dos grandes dilemas enfrentados pelas pessoas que fazem dietas é: como manter a dieta, mesmo almoçando no trabalho, visto que esta tende a ser afetada durante os almoços realizados nos dias de trabalho. Além de saber lidar com o fato de que, nem todos os colegas seguem uma dieta ou demonstram muita preocupação com uma alimentação equilibrada, o adepto da dieta ainda deve se conter para não abusar das dezenas de opções que um restaurante self-service tem a oferecer.

As tentações podem ser grandes já no prato principal e podem se tornar irresistíveis quando for a hora da sobremesa. A seguir, confira algumas sugestões para evitar que situações como as mencionadas acima ocorram e você consiga manter a dieta.

Como manter a dieta

Saiba como almoçar no trabalho e ainda assim manter a dieta.

Como manter a dieta almoçando no trabalhoA escolha do restaurante

Esse é o ponto chave, decididamente, o mais importante. Quando alguém de sua equipe de trabalho o convidar para almoçar em determinado restaurante, procure tentar conhecer qual é o cardápio, normalmente oferecido e confirme se existem opções saudáveis e que não comprometam o seu esforço para manter a dieta.
Mesmo sozinho, dê preferência aos ambientes mais silenciosos e sem tumulto. A refeição é um ato que deve ser confortável. Essas características parecem exagero, mas lugares barulhentos induzem as pessoas a ingerirem os alimentos no mesmo ritmo desordenado. Já foi comprovado, cientificamente, que comer com pressa retarda a ocorrência da sensação de saciedade. Por isso, além de sentir o sabor de cada alimento de modo muito mais profundo, consumi-los de forma regular e harmônica evita que surja aquela impressão de terminar de almoçar e ainda sentir fome.

“Montando” o prato

Para se manter a dieta, é importante que se tenha à mão azeite, limão e um mínimo de sal para se temperar os as saladas, sendo que a proporção de cada item deve ser regressiva e na ordem citada, já que o azeite extra virgem deve se configurar como principal elemento responsável por conceder aroma às folhas e aos legumes. Estes, por sua vez, devem estar preferencial e previamente, cozidos.
A salada sempre deve ser o início do prato e o recomendável pelos nutricionistas é que se consuma uma grande quantidade de salada, que pode ficar mais saborosa através da adição de gengibre, vinagre e ervas.
Durante a composição do prato, deve-se optar por uma massa destituída de molho ou pelo arroz integral. Feito isto, acrescente grão-de-bico, lentilha ou feijão. O último elemento requer atenção. Os nutricionistas alertam que, geralmente, quando há feijão preto, os restaurantes têm o hábito de condimentá-lo com linguiça e demais temperos ricos em sódio, o que pode gerar retenção de líquidos.
O complemento ideal deve ser feito à base de proteínas – sem exageros –, o já recomendado arroz integral e cereais – que detêm alta concentração de fibras. Para não abusar da carne vermelha, é sempre bom investir em carnes claras, como o peixe e o frango. Porém, isso não significa que a primeira deva ser totalmente desprezada. Conforme os especialistas, ela deve ser ingerida em porções regulares, regradas em intervalos de 3 dias e de no máximo 2 vezes por semana.

A importância das cores 

A variedade de cores é um indício de que um prato está bem composto. Quanto maior for o número de cores, mais nutrientes estarão sendo ingeridos durante a alimentação. Daí a relevância de se ter um prato colorido. A explicação está na propriedade de fitoquímicos, fibras, antioxidantes, minerais e vitaminas, que possuem a característica de gerar pigmentação nos alimentos.
(Veja os diversos nutrientes presentes nas diferentes cores dos alimentos)

Menos líquido

Por fim, cabe ressaltar que muitas pessoas não conseguem realizar as suas refeições sem o acompanhamento de alguma bebida, que, geralmente é suco, refrigerante, chopp ou cerveja. Segundo os nutricionistas, qualquer uma das formas é prejudicial à decomposição das enzimas incumbidas de realizar a digestão. Portanto, para manter a dieta, é aconselhável separar os atos de comer e beber ou, ao menos, beber quantidades menores enquanto estiver se alimentando.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

Um pensamento em “Quer como manter a dieta, mesmo almoçando no trabalho?