Cirurgias estéticas podem aumentar a autoestima da mulher?


Cirurgias estéticas podem sim, sem dúvida aumentar a autoestima da mulher, principalmente quando ela se sente em desacordo com a própria imagem. Muitas mulheres chegam ao ponto de se esconder, ou seja; mudam o modo se vestir e até na combinação das cores para tentar “disfarçar” o que não gostam em si.

Cirurgias estéticas e mudanças de visual

Cirurgias estéticas e a autoestima da mulherA questão de mudar o visual, desde que seja uma opção de modo que se ajuste mais ao modo como enxerga o mundo ou por querer adotar uma postura diferente da atual por um motivo específico, que pode ser pelo cargo que ocupa, por fator religioso ou apenas porque está em busca de um novo visual é muito comum. Porém, se torna preocupante quando essa mudança é uma reação ao que não gosta em si, nesse caso é preciso aconselhável buscar um acompanhamento profissional com terapias que ajudem a mudar o modo como olha a si mesma, desta forma, resgatando o amor próprio.

Outra decisão que favorece na questão da autoestima é recorrer a cirurgia plástica, pois são muitos os procedimentos que podem ser realizados e que podem ajudar, ou melhor, que podem resolver problemas como o da baixa auto estima.

Há alguns anos, algumas mulheres tinham vergonha de terem seios grandes e muitas delas fizeram cirurgias estéticas, como os de redução de mama, pois o conceito de beleza, naquela época, era bem diferente de hoje. O tamanho, considerado ideal, era muito inferior ao de agora, tanto que, dentre as cirurgias plásticas, uma das que mais se fazia era a de redução. Quem não se lembra ou não acompanhou esse período, pode verificar em fotos antigas, dos anos 80 até meados doa anos 90.

Atualmente é diferente, os conceitos mudaram, o que é comum de tempos em tempos e não foi diferente com o visual feminino que também sofreu suas mudanças. A mulher de hoje é profissional, independente, investe tempo para ter um corpo bem definido e trabalhado. Muitas, hoje, atuam em setores que só os homens atuavam.

Pois é, voltando a falar nos seios, se antes as moças queriam reduzir, agora a maioria deseja aumentar e tornar os seios mais volumosos. Para atender essa demanda de maneira mais eficiente, a ciência foi trabalhando para oferecer o que há de melhor e mais duradouro com menor risco.

Para solucionar essa questão de autoestima, o procedimento cirúrgico mais procurado é o da Mastopexia, que pode ser com ou sem implante de prótese e silicone.

A diferença é que com implante de silicone, indicado para mulheres com pouco volume e que apresentam flacidez. Quanto ao procedimento sem implante de silicone, a indicação é para quem deseja levantar a mama sem fazer nenhuma alteração no tamanho.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário