Saiba tudo sobre a caseína: uma das proteínas mais importantes para o bom funcionamento do organismo humano


Considerada uma das proteínas mais importantes para manter o pleno funcionamento do organismo humano, a caseína detém muitas variedades. A mais conhecida dentre todas elas é a presente no leite, a denominada caseína micelar. A partir da extração dela, é possível desenvolver suplementos da referida proteína. Dentre outras funções relevantes, esses produtos atuam diretamente no aprimoramento das funções executadas pelas massas musculares, proporcionando ganho de massa, além de ajudar a ampliar a sensação de saciedade.

Principais benefícios da caseína

Basicamente, essa proteína presta uma grande contribuição à saciedade do indivíduo. Isso resulta da lentidão do processo de absorção da caseína pelo organismo, uma das principais características do referido nutriente.
Contudo, a caseína ganha mais destaque por conta da interferência positiva causada sobre as atividades musculares. Os conjuntos de músculos precisam tanto de proteínas de rápida quanto de lenta absorção. No primeiro caso temos o Whey Protein, por exemplo, composto importante porque colabora na restauração das micro lesões musculares surgidas naturalmente em decorrência de atividades físicas.
Já no segundo caso, a caseína age no sentido de manter os músculos ativos. Logo, a caseína supre a necessidade de proteínas dos músculos sentida logo após a realização do treinamento físico. Caso o indivíduo não atenda essa necessidade do corpo, particularmente das massas musculares, os músculos não conseguirão ostentar a mesma densidade.

Como ingerir essa proteína

Geralmente, a orientação é para que o suplemento de caseína seja ingerido no período que antecede o sono. Isso porque, ao entrar em sono profundo, o organismo amplifica a síntese hormonal substancial para as massas musculares. Assim como outras proteínas animais, a caseína é um dos elementos responsáveis por desencadear a produção do citado composto.
Além disso, o uso do suplemento de caseína deve estar condicionado ao período em que o corpo será exercitado.

Precauções quanto ao consumo da caseína

Antes de mais nada, é preciso salientar que a ingestão dessa proteína é recomendada para pessoas que praticam atividades físicas regularmente e que almejam o ampliar o tamanho dos músculos. Seja como for, o primeiro cuidado a se tomar com relação ao consumo desse tipo de suplemento é consultar a opinião de um nutricionista, profissional capacitado para indicar o uso do produto.
Some-se a isso o fato de que os indivíduos que possuam alergia à mencionada proteína jamais devem consumi-la. Mulheres que estejam em fase de gestação, ou lactação, também não devem ingerir suplementos de caseína, uma vez que não existem pesquisas científicas que apresentem resultados conclusivos quanto ao consumo dessa proteína por essas mulheres.
Por fim, mesmo que o médico libere o consumo da caseína é importante observar e seguir algumas orientações. Primeiramente, deve-se atentar quanto à presença do selo da ANVISA no rótulo do produto, sendo que a caseína micelar é a mais recomendada. Concomitantemente ao uso do suplemento, também é salutar cuidar da qualidade da alimentação e do funcionamento renal. Beber bastante líquido e manter um cardápio altamente concentrado em fibras são medidas simples capazes de gerar excelentes resultados.

Riscos atrelados ao consumo de proteína em excesso

As proteínas cumprem papéis vitais para a preservação da vida humana, mas, como sempre, o consumo excessivo desses nutrientes acaba se tornando prejudicial a todo o sistema. Dentre algumas consequências que tendem a ser provocadas por esse excesso são a diminuição da concentração de cálcio nas massas ósseas, o mau funcionamento do fígado, e o comprometimento das funções renais.
Para evitar essas e outras complicações, recomenda-se o consumo diário limite de proteína na cada de 1,7 g/kg.
Finalmente, há uma correlação indireta entre o consumo de caseína e o câncer. Apesar dessa proteína não levar ao desenvolvimento de tumores, algumas pesquisas constataram que a presença da caseína acaba acelerando o processo de crescimento deles. A causa dessa consequência reside na ampliação do volume do IGF1, hormônio responsável pela evolução do quadro da doença.

Veja também:
Veja como é possível ingerir proteína sem comer carne
Nutrientes indispensáveis ao seu organismo
100% CASEIN COMPLEX*
Manter os músculos
Guia de Alimentos e Suplementos Para Ganho de Massa Muscular


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário