Emagreça pedalando: equilibre o corpo e a cabeça 1


Andar de bicicleta traz muitos benefícios além do emagrecimento.

BicicletaSentir a brisa no rosto é apenas um dos motivos para se andar de bicicleta. Mesmo em um país dotado de um número insignificante de ciclovias, a prática sempre ganha mais e mais adeptos, que rapidamente se apaixonam, relembrando o tempo em que eram crianças e adoravam se divertir pedalando com os amigos.
O melhor é que, além de agradável, pedalar traz inúmeros benefícios ao organismo e produz uma sensação profunda de bem estar. E em cidades grandes repletas de trânsito caótico sempre vale a pena optar pela bicicleta como melhor meio de transporte. Dessa forma, você consegue se deslocar para o trabalho ou faculdade sem passar por estresses desnecessários e que são tão prejudiciais à saúde.

Um dos melhores exercícios para emagrecer
Sem dúvida, a bicicleta é um ótimo meio de transporte e um dos melhores amigos de quem precisa ou pretende emagrecer de forma saudável, ou seja, sem apelar para medicamentos ou métodos cirúrgicos – quando essa exclusão ainda for uma alternativa, é claro.
O interessante é que, durante algumas pedaladas e outras, é possível agregar a diversão ao propósito do emagrecimento. Para angariar bons resultados, basta alternar momentos de descanso com picos de ritmo intenso. A escolha do percurso é importante. Logo, priorize um trajeto que concilie trechos planos com outros íngremes. Dessa forma, é possível perder peso e ainda não cansar tanto. Segundo os especialistas, trajetórias bem selecionadas e uma boa dose de esforço podem render uma média de 250 calorias gastas a cada 30 minutos.

Vantagem da pedalada em relação à corrida
Os amantes das corridas de rua também podem obter grandes benefícios através do ciclismo. O enrijecimento muscular desenvolvido durante uma corrida de asfalto contribui para a redução das chances de que o atleta seja surpreendido durante os exercícios físicos. O mesmo efeito pode ser alcançado por meio das pedaladas, desde que o ritmo seja acelerado. A vantagem é que pedalar propicia fortalecimento da massa muscular e sem impacto com o chão, poupando os tornozelos. Isso significa que, uma rotina de atividades físicas só tem a ganhar quando a bicicleta e a corrida se alteram, já que as pernas ficarão mais preparadas para encarar diretamente o asfalto e as articulações estarão devidamente fortalecidas para aguentar um ritmo de corrida mais pesado sem a ocorrência de grandes problemas.

Corpo remodelado e sem cirurgias
O uso de bicicletas é defendido por todos os personal trainers do mercado. Nada mais lógico, pois a prática reúne várias conquistas de forma simultânea. Desse modo, além de perder peso, a pessoa que pratica e se dedica às suas pedaladas conseguirá deixar várias partes do corpo em perfeita harmonia, tais como os glúteos, as panturrilhas e as coxas, sem falar na região abdominal, que após certo período sofre uma grande transformação positiva.

Metabolismo em ritmo acelerado
Segundo recente pesquisa realizada pelo InCor (Instituto do Coração) de São Paulo, as pedaladas também favorecem os processos inerentes ao metabolismo, tornando-o mais célere. Com as atividades metabólicas a pleno vapor fica mais fácil queimar calorias. Além disso, conforme o mesmo estudo científico o aumento do metabolismo faz com que o colesterol “ruim” (LDL) seja extirpado do organismo em maior quantidade.

Intestino regulado
Já as pesquisas conduzidas pela universidade inglesa de Bristol afirmam que atividades como o ciclismo são fundamentais para que os alimentos permaneçam menos tempo no intestino grosso. Em resumo, andar de bicicleta com frequência contribui para que as fezes sejam expelidas com maior facilidade. Consequentemente, a prática colabora para a redução do inchaço proveniente de um intestino desregulado.

Um cérebro mais perspicaz
Como dito logo no início desse artigo pedalar produz uma espécie de efeito anti-estresse. Isso acontece devido à liberação de endorfina, substância correlacionada à sensação de prazer e bem-estar. Mas, além disso, o ciclismo exige equilíbrio e uma grande dose de reflexo quando a bicicleta está em ritmo mediano ou com velocidade redobrada. Esses atributos acabam por desenvolver o raciocínio rápido e ajudam a aprimorar a concentração, fundamental para conseguir solucionar grandes problemas, sejam fictícios (disciplina escolar) ou reais (na forma de desafios que surgem durante o trabalho).

Remédio contra a insônia
Não bastassem todos os benefícios já mencionados, algumas horas de pedalada por dia também podem ajudar a minimizar ou eliminar transtornos do sono. De acordo com um estudo realizado pela universidade estadunidense de Stanford, mesmo que não seja possível pedalar todos os dias, o indivíduo pode realizar o exercício em dias alternados por cerca de meia hora. Segundo os cientistas, andando diariamente de bicicleta, em uma semana já será possível constatar uma melhora no momento em que ele colocar a cabeça no travesseiro. O sono será mais fluido e, por conseguinte, o descanso também. Não existe mágica. Os médicos explicam que pedalar colabora para o equilíbrio do ciclo circadiano ao mesmo tempo em que reduz o nível de cortisol, principal vilão das noites mal dormidas.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.


Deixe seu comentário

Um pensamento em “Emagreça pedalando: equilibre o corpo e a cabeça