Veja como tomar e conheça os efeitos do BCAA -“Branch Chain Amino Acids” no organismo


BCAA - “Branch Chain Amino Acids”, ou aminoácidos de cadeia ramificadaA sigla BCAA é a abreviatura de “Branch Chain Amino Acids”, ou “aminoácidos de cadeia ramificada”. Trata-se de um suplemento formado por três aminoácidos essenciais e que não são produzidos naturalmente pelo organismo humano: A L Valina, L Leucina e L Isoleucina.

Nosso organismo precisa de 20 aminoácidos para a construção muscular e para o bom funcionamento e manutenção das funções vitais do corpo. Dos existentes, o corpo humano é capaz de produzir a metade e o restante pode ser obtido pela alimentação ou, no caso do BCAA, pelos suplementos alimentares.

O suplemento é um importante ingrediente para os atletas, ajudando na recuperação de lesões musculares, criadas através de treinos intenso de musculação. Ao trabalhar com pesos, o corpo entre em estado catabólico e, se o organismo não tiver os nutrientes necessários para se abastecer, começa a retirar os aminoácidos dos músculos, suprindo a demanda do corpo por mais energia. Com isso, o atleta perde parte da massa muscular.

O BCAA é também um estimulante, elevando a produção de insulina, o hormônio que propicia a absorção dos aminoácidos e de outros nutrientes, servindo como matéria prima para a construção dos músculos e permitindo a entrada da glicose nas células, fornecendo mais energia durante os treinos.

Como tomar o BCAA

O BCAA é um suplemento que deve ser tomado antes e depois dos treinos, suprindo as necessidades energéticas do organismo, lembrando também que o atleta deve seguir rigorosamente as recomendações de sua administração.

De modo geral, não existem relatos de efeitos colaterais do BCAA, no entanto, é preciso seguir a dose recomendada, seja por um profissional de nutrição ou pelo fabricante do produto.

Segundo a recomendação do fabricante, o ideal é consumir de 4 a 8 gramas do suplemento, antes e depois do treino, fornecendo as quantidades necessárias de aminoácidos para as atividades físicas. Tomar quantidades menores também surtirão efeito mas, se o atleta quiser uma recuperação mais rápida, deve seguir as orientações.

O BCAA tem efeito emagrecedor?

O BCAA é um suplemento que não tem qualquer efeito emagrecedor, já que não é um termogênico como outros suplementos. No entanto, se utilizado durante uma dieta de restrição calórica, com treinos específicos para o emagrecimento, o BCCA não irá interferir de forma negativa, podendo até mesmo ajudar a emagrecer.

Da mesma maneira, o BCAA não tem efeito sobre o ganho de peso. Como se trata de aminoácidos, o que fazem no organismo é ajudar na construção muscular, não contendo calorias e não sendo responsáveis por ganho calórico.

Os efeitos do BCAA no organismo

Os estudos feitos sobre a utilização do BCAA e seus efeitos no organismo mostraram que o suplemento é eficiente na recuperação de lesões musculares e de fadiga depois dos treinos.

Um dos estudos foi feito com 26 homens, em idade universitária, que foram divididos em grupos: um grupo recebendo a suplementação de BCAA e outro recebendo placebo. Os índices de lesões musculares e de fadiga foram medidos antes e depois dos treinos.

Os resultados mostraram que o grupo que utilizou BCAA, além de apresentarem menor índice de lesões musculares, também demoraram mais para ter fadiga do que os que usaram placebo. Com isso, foi possível deduzir que esse suplemento não apenas é benéfico para quem faz exercícios de longa duração, como também reduz sensivelmente os danos musculares, além de facilitar a recuperação.

Outra pesquisa foi feita com 12 participantes, com experiência prévia em treinos de força, que foram submetidos a exercícios de alto volume, com o objetivo de provocar danos musculares mais acentuados. Os exercícios foram acompanhados pelos índices, tomados antes e depois, com os parâmetros bioquímicos e clínicos monitorados. Dos 12 participantes, 6 receberam suplementação com BCAA antes e depois dos exercícios.

Os resultados mostraram que o grupo que fez uso do BCAA teve menos aumento da creatina kinase, tiveram redução das dores musculares e apresentaram recuperação mais acentuada.

Esses testes mostram que, para quem treina visando a hipertrofia ou melhora do desempenho, ao usar o BCAA conseguem muito melhores resultados do que quem não faz uso do suplemento. É preciso entender, no entanto, que somente o BCAA não vai resolver o problema. É preciso também estar atento à alimentação saudável e à hidratação.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida. Ps. Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria. Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Deixe seu comentário