Alimentação adequada previne doenças


Saiba quais problemas que afetam as mulheres podem ser evitados através de uma alimentação adequada.

Alimentação adequadaA montagem de um cardápio equilibrado propicia diversos benefícios ao organismo, uma alimentação adequada  ajuda a evitar o desenvolvimento de uma série de complicações que, ocasionalmente, podem redundar em doenças graves como o diabetes. Entretanto, um fato que grande parte das mulheres desconhece é a eficácia de alguns alimentos no que tange à prevenção de problemas típicos do corpo feminino. Saiba mais detalhes na sequência.

O câncer de mama
Sendo um dos males mais temidos pelas mulheres, o câncer de mama preocupa e bastante. Não é para menos, afinal, segundo dados do próprio Ministério da Saúde, esse tipo de câncer se encontra na lista das 10 doenças que mais perigosas à vida da mulher.
Os nutricionistas defendem que uma dieta equilibrada pode, de fato, proporcionar uma série de nutrientes imprescindíveis para interromper determinados processos que possam levar ao desenvolvimento do câncer de mama.
Para isso, basta seguir as recomendações publicadas pela Revista Americana de Epidemiologia. Baseadas em uma pesquisa científica da Universidade de Boston, a conclusão é a de que consumir 2 porções de vegetais ao longo do dia reduzem em cerca de 45% as probabilidades de as mulheres serem acometidas pela enfermidade em questão. Portanto, vale a pena caprichar na ingestão variada de couve, brócolis, hortaliças e mostarda. Todos detêm alta concentração de glucosinolato, que desempenha um importante papel na prevenção do câncer de mama.

O câncer do colo de útero
Essa modalidade de câncer também deve gerar cuidados. Além de evitar a realização de sexo sem a proteção adequada, as mulheres devem manter boa conduta de assepsia em toda a região que envolve o seu órgão íntimo, bem como, evitar o consumo exacerbado de tabaco.
De acordo com um estudo conduzido pela Escola de Medicina da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, o consumo de peixe 3 vezes por semana diminui em cerca de 33% as possibilidades de a mulher vir a ter o referido câncer. Os especialistas explicam que esse benefício é propiciado pelo ômega-3, que possui uma intensa ação anti-inflamatória.

As dores de cabeça
Embora nem sempre estejam associadas a problemas tão graves e fatais como o câncer, é fato que as constantes dores de cabeça pelas quais passam as mulheres são extremamente incômodas. Além disso, algumas delas podem exercer intensidades lancinantes.
Conforme relatórios da Academia Brasileira de Neurologia, cerca de 75% das mulheres brasileiras apresentam algum tipo de transtorno que acaba culminando nas terríveis dores de cabeça. As causas para a ocorrência dessas cefaleias estão ligadas às transformações e desequilíbrio provocados pelos ciclos menstruais, o estresse – quando surge em índices elevados – e, é claro, à falta de uma com uma alimentação adequada.
Felizmente, uma descoberta realizada por cientistas australianos provou que um cardápio composto por alimentos que contenham boas doses de vitaminas do complexo B, particularmente a vitamina B12, são substanciais para que o sistema nervoso da mulher se mantenha estável, condição essencial para se evitar fortes dores de cabeça como as provocadas pela enxaqueca.
Lembre-se a vitamina B12 pode ser encontrada nos ovos, no leite, nas ostras, no fígado bovino, nos mariscos e no atum, as principais fontes do nutriente.

A osteoporose
Uma das causas da osteoporose é a redução extrema de estrógeno, substância fundamental para a manutenção da massa óssea. Isso acontece devido à ausência das quantidades ideais de cálcio. Hortaliças verde escuras proporcionam um boa concentração de cálcio, mas, como todos sabem, as melhores fontes do nutriente são o queijo amarelo e o leite integral.

A infecção urinária
Aproximadamente 20% das mulheres sofrem de infecção urinária. Além de uma boa assepsia, para evitar o transtorno as mulheres podem e devem consumir bastante suco de cranberries, uma pequena fruta vermelha. Segundo os estudiosos, essas frutas, aliada à uma alimentação adequada evitam que a bactéria responsável pela doença fique alocada na uretra feminina.


Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação e adoraria aprender tudo sobre fotografia.